A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

22/02/2014 19:37

Incomodados com barulho, moradores denunciam som alto de festas de associação

Alan Diógenes
Aos finais de semana clube lota e festas terminam por volta das 6h da manhã. (Foto: Whatswap)Aos finais de semana clube lota e festas terminam por volta das 6h da manhã. (Foto: Whatswap)

Moradores do Vilas Boas em Campo Grande estão denunciando o alto volume do som de festas realizadas na AEACG (Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Campo Grande), localizada no bairro, que são realizadas nos finais de semana no clube.

De acordo com o funcionário público, Eliano Rocha da Silva, 41 anos, morador da região, o volume do som é ensurdecedor e atrapalha os moradores ao entorno do clube, dormir ou realizar outras atividades. “Moro na quadra de cima do clube, mas mesmo assim não consigo dormir nos finais de semana quando as festas acontecem até amanhecer. Para você ter uma noção, nem mesmo ligando o ar-condicionado que faz barulho eu pego no sono”, destacou.

Segundo Eliano, antigamente as festas eram realizadas apenas para associados, mas agora o clube está sendo alugado para outras pessoas, o que têm aumentado a quantidade de festas no final de semana.

O funcionário público e outros moradores sempre ligam para a Polícia Militar, mas isso não tem adiantado muito. “Outro dia um policial me disse que eles vêm ate o local e pedem para baixarem o volume do som. É só a viatura virar a esquina que eles aumentam novamente. Está acontecendo uma ou outra situação. Ou os policiais não estão vindo, ou não possuem autoridade suficiente para acabar de vez com esse barulho. Já não sei mais a quem recorrer”, desabafou.

Eliano sugere uma alternativa para a solução do problema. “A associação deveria colocar caixas acústicas para abafar o som, por que desta maneira a céu aberto não tem condições. Tenho um vizinho roqueiro que toca em frente de casa, mas eu não escuto um barulho, pois ele tem isolamento acústico. Acho que um clube dessa dimensão que está ganhando para alugar o prédio, deveria ter mais infra-estrutura, nem alvará acho que eles possuem”, informou.

O Campo Grande News entrou em contato com a presidência da associação que não atendeu os telefonemas para apresentar sua versão dos fatos.



Que som alto que nada. Lá pela região onde mora o presidente da associação, reina a maior paz, o barulho desse som não chega por lá.
 
Carlos José em 22/02/2014 20:44:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions