A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

25/04/2016 17:08

Ingazeira centenária na Afonso Pena despenca; segundo caso no ano

Amanda Bogo
Árvore caiu durante a noite de domingo, por volta das 21 horas (Foto: Simão Nogueira)Árvore caiu durante a noite de domingo, por volta das 21 horas (Foto: Simão Nogueira)

Uma árvore centenária localizada no canteiro central da avenida Afonso Pena, no cruzamento com a Rua 13 de Maio, em Campo Grande, caiu por volta das 21 horas de domingo (24), segundo comerciantes da região. Na tarde desta segunda-feira (25), equipe do Corpo de Bombeiros fez a retirada de galhos no local.

Este é o segundo caso registrado na região este ano. Em janeiro, o galho de uma ingazeira já havia despencado a poucos metros do caso registrado agora, na pista que liga o trajeto entre o Shopping Campo Grande e o Centro, chegando na ocasião a interromper o trânsito no local.

Uma comerciante alega que a queda da árvore se deu pela idade avançada, e que é comum caírem de galhos no local. "Elas estão ocas e caindo sozinhas. Estão esperando alguém se machucar para tomar alguma providência", afirmou Cristina Gomes Marques, que trabalha em frente ao local onde a árvore caiu.

A equipe do Campo Grande News entrou em contato com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros para saber o que causou a queda da árvore, mas até o fechamento da matéria não obteve nenhuma informação sobre o assunto.

A Prefeitura de Campo Grande entrou com uma ação pedindo o tombamento histórico do canteiro central da Avenida Afonso Pena, que foi determinado pelo TJMS (Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul) em fevereiro deste ano, após discussão que durou anos.

Um projeto no Executivo Municipal determinava a intervenção do canteiro para a construção de corredores de ônibus no local. O MPE-MS (Ministério Público Estadual em Mato Grosso do Sul) entendeu que o local não poderia ser alterado, uma vez que o canteiro é considerado essencial na identidade cultural da Capital.

 



Não sei porque esse povo da prefeitura não arranca logo essas árvores velhas. O que estão esperando? Estragar o bem de alguém ou cair em cima de uma pessoa? Não tem essa de que querem preservar as árvores centenárias, elas estão velhas e nunca receberam cuidados. Devem ser retiradas e substituídas por novas mudas. A desculpa de preservação é para enganar bobo, não querem é ter trabalho, fazer o serviço que tem que ser feito.
 
Mariana Carvalho em 26/04/2016 10:49:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions