ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Insatisfeitos com sorteio de pontos em terminais, ambulantes fecham avenida

Protesto reúne cerca de 40 manifestantes em frente a terminal de ônibus

Por Anahi Zurutuza e Christiane Reis | 23/01/2017 15:32
Ambulantes fecharam Gury Marques em frente a terminal (Foto: Christiane Reis)
Ambulantes fecharam Gury Marques em frente a terminal (Foto: Christiane Reis)

Em protesto contra a distribuição das vagas para trabalhar nas plataformas de embarque e desembarque de passageiros do transporte coletivo, cerca de 40 ambulantes fecharam a Avenida Gury Marques, em frente ao Terminal Guaicurus. O sorteio para a emissão de licenças para os trabalhadores aconteceu no início da tarde desta segunda-feira (23) na Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

“Teve gente que está há anos na profissão e ficou de fora, enquanto gente que começou há pouco tempo e conseguiu a vaga. Não aceitamos isso. Queremos o prefeito aqui”, afirmou Custódia Pereira, presidente da Associação dos Ambulantes de Campo Grande, em meio ao protesto.

Neide Carvalho de Souza, 45 anos, diz que trabalhava há oito anos no Terminal Bandeirantes e não foi chamada. Ela ficou como suplente, ou seja, numa fila de espera por algum ambulante que desistir do ponto. “O ponto é meu, sustento a minha família, mantenho a minha casa, como vou fazer?”, questiona.

Motoristas que consegue avistar o proteso de longe estão desviando e a Guarda Municipal tenta organizar o trânsito, mas congestionamento já começou a ser formar.

Regras - Antes o início da manifestação, o representante da Agetran na comissão de sorteio, Henrique de Matos Moraes, explicou que haviam 146 inscritos para 135 vagas e que seriam sorteados os terminais, horários de trabalho e localização dentro das plataformas que ambulantes poderiam ocupar.

“Tem situação que tem o mesmo número de interessados para o número de vagas. Neste caso, a gente só sorteia o ponto. Mas, tem caso que há mais gente querendo trabalha do que vaga aí vai ter trabalhador que ficará como suplente”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário