A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/05/2015 16:20

Interno da Máxima passa por cirurgia na Santa Casa após início de rebelião

Raiza Calixto
A confusão no presídio acabou com quatro internos feridos.(Foto:Marcos Ermínio)A confusão no presídio acabou com quatro internos feridos.(Foto:Marcos Ermínio)

Tumulto causado por tentativa de fuga do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande na manhã de hoje, deixou quatro internos feridos, entre eles Valdinei dos Santos Souza, 29 anos, que passará por cirurgia ainda nesta tarde, na Santa Casa. Seu estado de saúde é considerado grave, já os outros feridos passam bem e estão sendo submetidos a exames e avaliações médicas.

A tentativa de fuga de um interno aconteceu por volta das 09h30 da manhã, durante o banho de sol. O detento tentou fugir do presídio pulando uma grade que fica entre o muro da penitenciária e uma área de acesso proibido. Neste momento, os policiais começaram a atirar e o detento voltou para o pátio do presídio, mas até o momento ele não teve a identidade revelada.

Os internos feridos no tiroteio foram Valdiney Santos de Souza, 29, que estava na cela 105; Renato Nunes Gonçalves, 25, também da cela 105, Wesley Henrique dos Santos, 27, detento da cela 11 e Itamar dos Santos Pinto, 24, que ocupa a cela 116. Os familiares dos detentos souberam do tumulto através da imprensa e seguiram até o presídio para conseguir mais informações, porém não tiveram noticias satisfatórias.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, André Luiz Santiago, as câmeras do circuito interno de segurança ainda estão sendo avaliadas, mas não há muito material porque a ocorrência durou aproximadamente um minuto. "Vamos verificar se a ação da PM foi correta", diz.

Cada preso foi atingido por um tiro, mas ainda não se sabe onde cada um foi atingido. Os ferimentos foram observados no pulso, cabeça, abdômen e perna.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions