ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Jovens que mataram rapaz em trilha alegam rixa antiga e são liberados

Além de dupla, mulher que forneceu arma do crime se apresentou, mas todos responderão em liberdade.

Por Mirian Machado | 30/03/2021 13:32
Diego foi morto em uma trilha no meio de um matagal em rua das Moreninhas. (Foto: Paulo Francis)
Diego foi morto em uma trilha no meio de um matagal em rua das Moreninhas. (Foto: Paulo Francis)

Lailson Henrique dos Santos, de 20 anos e Elysson Santos de mesma idade, se apresentaram na manhã de ontem (29) na 4ª Delegacia de Polícia Civil do Bairro Moreninhas em Campo Grande. Ambos confessaram que assassinaram Diego da Silva Magalhães, o "Mosquito", de 20 anos na última quinta-feira (25).

Conforme o delegado Nilson Friedrich, além da dupla, uma mulher, que não teve a identidade revelada e que forneceu a arma do crime também se apresentou. A arma, assim como a motocicleta usada na fuga no dia do crime, foi apreendida.

“Continuam soltos, porque não estavam mais em situação flagrancial. Agora resta colher mais depoimentos”, explicou Friedrich.

Sem detalhar, o delegado contou apenas que no depoimento da dupla foi relatado que Diego tinha desavenças antigas com o autor dos disparos.

O adolescente que estava com a vítima no dia do crime relatou a presença de uma terceira pessoa. “Fatos relatados pelo adolescente estão sendo averiguados, inclusive sobre a existência dessa 3ª vítima”, contou o delegado.

Segundo investigações, Elysson tem várias passagens pela polícia e ganhou direito a prisão domiciliar um dia antes do homicídio. Já Lailson, o segundo envolvido no crime, nunca teve passagens pela polícia e agora terá o primeiro registro.

O rapaz morto tinha passagens por tráfico de drogas, furto, roubo, receptação e associação criminosa.

Execução- Diego voltava de um jogo na companhia de um adolescente de 15 anos quando encontrou com o autor dos tiros. Ele foi obrigado a entrar no matagal para ser alvejado. Enquanto isso, o garoto que estava junto dele correu. Ainda de acordo com o delegado que atendeu a ocorrência, o autor dos disparos estava em uma motocicleta e fugiu com o comparsa depois de disparar.

As informações que a polícia já levantou indicam que Diego era praticamente vizinho do suspeito do crime e que a rixa entre os dois era antiga. No local, a polícia também apreendeu o telefone celular da vítima e uma porção de maconha.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário