ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  21    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Justiça converte em preventiva prisão de dupla da "Gangue das Mulheres"

A gangue é formada por quatro mulheres, mas duas conseguiram fugir

Ana Beatriz Rodrigues | 05/04/2022 15:25


O juiz Luiz Felipe Medeiros converteu em prisão preventiva o caso das duas mulheres pegas na tarde de ontem (4) pela Guarda Civil Metropolitana. Segundo as investigações, Yasmin de Araújo Antunes, de 24 anos, e Mayra Trielle Alves Oracio de Arruda, de 31, faziam parte de um grupo denominado "Gangue das Mulheres".

Câmeras de segurança de um comércio da região central flagraram o momento em que uma delas furtou peças de roupas. Elas foram abordadas quando fugiam. Yasmin e Mayra são acusadas de furtarem diversas lojas da região central de Campo Grande e, com elas, foi encontrado um desacoplador de alarmes para retirar o equipamento das peças e impedir que o alarme fosse acionado na saída das lojas.

O caso - Segundo testemunhas, quatro mulheres participavam do "arrastão, praticando furtos em diversas lojas no Centro. A GCM foi acionada e em rondas pela Rua Calógeras com a Marechal Rondon, avistou o grupo com várias sacolas.

Ao perceberem a viatura, ambas começaram a correr. Yasmin foi abordada ainda com sacolas de roupas, enquanto Mayra estava com o desacoplador de alarmes na bolsa e outros objetos furtados. As outras duas mulheres conseguiram fugir.

Dentre os produtos furtados, estão brincos, roupas, carteira, acessórios de cabelo, celular, creme e ovos de páscoa de ao menos três lojas diferentes.

Ambas responderão por furto qualificado mediante concurso de pessoas. O caso foi registrado na Depac Centro.

Nos siga no Google Notícias