ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  25    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Justiça decide manter preso rapaz que matou em saída de tabacaria

Jovem de 24 anos foi morto a tiros após desentendimento em boate

Por Dayene Paz | 12/05/2024 10:51
Carlos chegando na Depac Centro horas depois do crime (Foto: Antonio Bispo)
Carlos chegando na Depac Centro horas depois do crime (Foto: Antonio Bispo)

Para garantia da ordem pública e com provas suficientes de autoria, o juiz Albino Coimbra Neto, decidiu manter a prisão de Carlos Eduardo Serem Ruberdo, de 21 anos, por matar um jovem a tiros, após discussão em uma tabacaria do Bairro Guanandi, em Campo Grande. A vítima do crime é Bruno Justino Campidelli, 24 anos.

Pego em flagrante pouco tempo depois do crime, Carlos Eduardo passou por audiência de custódia e o resultado nos autos saiu neste domingo (12). Para Coimbra, a prisão dele está regular e também não há possibilidade de uma liberação com medida cautelar. Com isso, decretou a prisão preventiva de Ruberdo.

"(...) pelas condições do delito, pelas circunstancias dos fatos, pelas circunstancias motivacionais do delito, e, em especial pela natureza do crime, com vítima fatal, entendo não ser recomendável a concessão de liberdade provisória. O fato do crime ter sido praticado mediante violência à pessoa, de modo que infiro não ser recomendável a concessão de medidas cautelares mais brandas".

Entenda - Na manhã de sexta-feira, 10 de maio, a vítima saiu da tabacaria e estava de moto, quando foi cercada pelos suspeitos que chegaram atirando, na esquina da Rua Jatobá. Bruno foi atingido por dois tiros, segundo o Corpo de Bombeiros que foi acionado para socorrê-lo. Além disso, a vítima tinha lesão no rosto que pode ter sido causada por queda ou agressão, mas só a perícia poderá afirmar a causa do machucado.

A PM fez diligências e receberam informações que um dos autores era conhecido pelo apelido “Cara de Onça” e estava usando tornozeleira. Esse rapaz, de 27 anos, foi encontrado na Avenida Prefeito Lúdio Martins Coelho e durante a abordagem contou que sabia do crime. Aos policiais, relatou que seu irmão de 21 anos estava na tabacaria e durante a madrugada entrou em contato dizendo que estava sendo ameaçado por vários homens armados.

Com isso, o rapaz chamou Carlos Eduardo que estava dirigindo um veículo Saveiro e pediu para ir com ele ao local ajudar o irmão. Quando chegaram, foram cercados por três motociclistas, alegou o suspeito. O motorista [Carlos] então ficou tenso e sacou um revólver calibre 38. Em seguida, ele efetuou os disparos em direção ao trio, mas não conferiram se alguém tinha sido atingido. Em seguida foram embora.

O irmão do rapaz foi encontrado no Portal Caiobá e os dois indicaram que Carlos estava em sua casa no Bairro Dom Antônio. A equipe foi ao local e ao ser abordado, o motorista da Saveiro confessou ter dado os tiros e mostrou que a arma usada no crime estava no telhado da residência. Ele também informou que o carro usado no crime estava na Rua Manoel Marcelino Rodrigues.

Carlos foi preso em flagrante e conduzido à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro. Os outros dois rapazes foram levados, mas liberados após prestarem depoimento como testemunhas.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias