A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/04/2014 18:30

Justiça Divina é consolo de amigos e familiares de empresário assassinado

Lidiane Kober e Filipe Prado
Silêncio no sepultamento só foi quebrado por sinais de choro (Foto: Marcelo Victor)Silêncio no sepultamento só foi quebrado por sinais de choro (Foto: Marcelo Victor)

Em clima de muita tristeza e emoção, Erlon Peterson Pereira Bernal, de 32 anos, foi velado e sepultado, nesta segunda-feira (7), em Campo Grande. Uma multidão foi dar o adeus ao empresário e manifestou indignação à crueldade do crime. Com o coração apertado, familiares e amigos falaram em Justiça Divina como único consolo para superar a tragédia.

Amiga do empresário deste a adolescência, Leila Fernanda, 33 anos, disse que o “sentimento é de muita tristeza”. “Ele era uma pessoa maravilhosa, que só fazia o bem, o que fizeram foi terrível”, analisou. “Só Deus mesmo para fazer uma coisa, porque não tem como voltar, trazer ele de volta”, completou.

Segundo ela, “a família não vai correr atrás da justiça humana, porque não gosta de caçar confusão”. “Só Deus para confortá-los”, reforçou.

Na última despedida, um primo do empresário, que pediu para não ser identificado, também reforçou que a família se conforta apenas na justiça divina. “Agora, só estamos esperando em Deus”, afirmou. Nenhum outro parente quis dar entrevista.

Pai de Erlon, Lino Bernal é um dos mais antigos anciãos da Igreja Congregação Cristã no Brasil. A família vivia intensamente a vida em comunidade e, entre as 3 mil pessoas que foram ao velório, muitos eram irmãos de fé.

Amiga da família, Aparecida Pontini, 60 anos, classificou como “um absurdo” o crime. “Como uma pessoa tem coragem de fazer isso. O Erlon confiou nele e recebeu em troca um ato de covardia, o matou pelas costas, fico admirada com a maldade humana”, comentou.

Sepultamento - Cerca de 1,2 mil pessoas acompanham o sepultamento do empresário no cemitério Jardim das Palmeiras. Apesar da multidão, o silêncio só foi quebrado por sinais de choro.

Muito emocionado, o irmão de Erlon chegou ao cemitério, carregando um quadro com a foto do empresário. Amigos e familiares deram o último adeus jogando no túmulo pétalas de rosas vermelhas e amarelas.

Muito abalada, família carregou um quadro com a foto de Erlon (Foto: Marcelo Victor)Muito abalada, família carregou um quadro com a foto de Erlon (Foto: Marcelo Victor)
Velório movimentou a região do Parque Ayrton Senna (Foto: Cleber Gellio)Velório movimentou a região do Parque Ayrton Senna (Foto: Cleber Gellio)


Justiça divina... tem gente que prefere uma mentira confortante do que uma verdade dolorosa. Infelizmente não existe tal coisa chamada justiça divina. Devemos exigir da nossa justiça que faça sua parte e pare de se importar somente em manter seus privilégios.
 
Ricardo Farias em 08/04/2014 11:16:27
Procuramos palavras para tentar mínimizar a dor ou tentar confortar este Pai, esta família que perdeu seu ente querido, mas é difícil pensar em oque dizer, por isso apenas solidarizo-me neste momento de luto com a família e deixou um pequena passagem bíblica para meditação. (Por isso nao temas, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa). Isaías 41:10
 
carlos alberto ajala lopes em 08/04/2014 11:13:55
E ainda tem um tal de DIREITOS HUMANOS que defende esses marginais....
é só a justiça divina mesmo, porque a dos homens.... (sem comentário)
 
alci olidio da silv em 07/04/2014 20:55:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions