A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

31/05/2019 19:38

Justiça liberta guardas e segurança suspeitos de integrarem milícia

Adriano Fernandes
 Rafael e Robert entraram correndo no Centro de Triagem, nesta terça-feira. (Foto: Kísie Ainoã) Rafael e Robert entraram correndo no Centro de Triagem, nesta terça-feira. (Foto: Kísie Ainoã)

A Justiça concedeu liberdade aos guardas municipais Rafael Antunes Vieira, Robert Vitor Kopetski e ao segurança Flavio Narciso Morais da Silva, presos na última semana sob suspeita de integrarem uma milícia em Campo Grande.

Na decisão a juíza Eucelia Moreira Cassal da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, impôs medidas cautelares em substituição à prisão preventiva. Entre elas o comparecimento mensal em juízo e proibição de deixar a cidade no decorrer da investigação.

O trio foi identificado a partir de investigação do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, Assaltos e Sequestros) que resultou na descoberta de um arsenal no Jardim Monte Líbano, e na prisão do guarda municipal Marcelo Rios, integrante de uma milícia que ainda pode ter a participação de policiais militares e civis.

Rafael, Robert foram detidos após a primeira prisão, pois estariam ameaçando testemunhas depois que Marcelo foi flagrado com as armas e munições. Flavio também integrava o grupo. Desde terça-feira (28) eles ocupavam uma das celas dos CT (Centro de Triagem), em Campo Grande, onde Marcelo ainda segue preso.

Marcelo é alvo de um procedimento administrativo e foi afastado das funções. Os outros dois guardas presos responderão por procedimento administrativo interno que, em caso de condenação, prevê penas que vão desde advertência até o desligamento da corporação. Flavio também foi preso pelo mesmo crime.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions