ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, QUINTA  04    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Justiça mantém preso motorista de BMW que matou técnica de enfermagem

Wilson Benevides de Souza, 29 anos, teve a prisão preventiva decretada em audiência de custódia realizada nesta manhã

Por Viviane Oliveira | 26/01/2021 11:29
A pancada foi tão forte que a moto ficou presa às ferragens do carro (Foto: Direto das Ruas) 
A pancada foi tão forte que a moto ficou presa às ferragens do carro (Foto: Direto das Ruas)

Vai continuar atrás das grades Wilson Benevides de Souza, 29 anos, motorista da BMW que matou no trânsito a técnica de enfermagem Carla Jaqueline Miranda, 40 anos, na noite do último domingo (dia 24).

A prisão preventiva dele foi decretada pelo juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida durante audiência de custódia realizada na manhã desta terça-feira (26) no Fórum.

O acidente ocorreu no cruzamento da Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo com a Rua Veridiana, no Bairro Estrela do Sul, em Campo Grande.

Wilson, segundo a polícia, estava fugindo de abordagem policial, a mais de 100 km/h, quando colidiu a BMW (com placa de São Paulo) contra a motocicleta de Carla. Ele estava bêbado e não tem CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Carla, que morreu no local, havia comprado a motocicleta Honda Biz há pouco mais de um mês.

No sistema de registros de boletins de ocorrência da Polícia Civil, Wilson é citado em 47 casos, aparecendo como vítima e também como autor.

Entre os registros estão casos de porte de drogas para consumo pessoal, vias de fato, lesão corporal (violência doméstica), tráfico de drogas, calúnia, dirigir veículo sem habilitação, desobediência e dois homicídios. Os assassinatos ocorreram em 25 de dezembro de 2012 e 12 de maio de 2013, todos em Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário