A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

16/04/2018 14:13

Justiça mantém preso suspeito de esfaquear e roubar vizinho

Decisão foi tomada em audiência de custódia e agressor já responde na Justiça por outra tentativa de homicídio

Guilherme Henri

A Justiça decidiu em audiência de custódia nesta manhã que Nilson Thiago dos Santos Flores, de 20 anos, permanecerá preso. Ele é suspeito de esfaquear e roubar homem de 52 anos, ontem (15) no Jardim Columbia, em Campo Grande.

A decisão é da juíza de plantão, Cíntia Xavier Letteriello. Segundo a magistrada, o jovem já responde por outra tentativa de homicídio praticada há cerca de um mês. Na época, conforme consta no processo, o rapaz, após discussão em churrasco na casa de vizinha, teria agredido, junto do pai dele, outro morador da região com chutes, pau e faca. O processo será distribuído para uma das varas do Tribunal do Júri de Campo Grande.

Caso – De acordo com o boletim de ocorrência, a tentativa de homicídio aconteceu na Rua Paranapebas, por volta das 4h30. Para a polícia, a principal testemunha do crime, que mora na mesma casa da vítima - identificada como Roberto Marques da Silva - contou que de madrugada acordou com o suspeito chamando pelo nome do amigo.

Nilson teria questionado porquê Roberto acusava ele de cometer furtos na região. Mas, ao se certificar que o segundo morador da casa estava dormindo, Nilson atacou a vítima, desferindo vários golpes de tesoura e faca no rosto. Antes de sair, o suspeito ainda roubou o celular da vítima.

Para a polícia, o amigo de Roberto afirmou que fingiu estar dormindo, por isso viu todo o crime e correu para socorrer a vítima assim que o autor deixou a casa. O Corpo de Bombeiros foi chamado e levou o morador até a Santa Casa. Ele apresentava um corte no rosto e sofreu deslocamento da mandíbula.

Prisão - A Polícia Militar também foi chamada e com a identificação do suspeito foi até a casa em que ele mora com a família. No primeiro momento, os policiais não encontraram Nilson, mas apreenderam uma televisão de 32 polegadas furtada em um cômodo separado da residência. Durante as buscas, o suspeito apareceu em cima do telhado do vizinho.

Nervoso, Nilson alegou que havia trocado a televisão por um celular, mas um morador da região reconheceu o aparelho como seu e o suspeito acabou preso pelo furto, por roubo e homicídio qualificado por motivo torpe, na forma tentada. Ele foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions