A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 13 de Novembro de 2018

09/02/2011 08:10

Justiça ouve amanhã testemunhas de acusação do caso Mayana

Nadyenka Castro

Entre elas estão policiais civis e militares

Impacto entre veículos foi tão forte que eles foram parar no canteiro central, destruindo banco de concreto. (Foto: Simão Nogueira)Impacto entre veículos foi tão forte que eles foram parar no canteiro central, destruindo banco de concreto. (Foto: Simão Nogueira)

Esta quinta-feira será o primeiro dia de audiências sobre o caso Mayana, a jovem que morreu após ter o Celta atingido por um Vectra que estaria participando de um racha. O acidente aconteceu na madrugada do dia 14 de junho do ano passado no cruzamento da avenida Afonso Pena com a rua José Antônio.

Serão ouvidas a partir das 8 horas de amanhã as testemunhas que acusam Anderson de Souza Morena, 19 anos, e Willian Jhonny de Souza Ferreira, 25 anos, de estarem disputando um racha na avenida no momento da colisão com o Celta conduzido por Mayana de Almeida Duarte, a qual foi socorrida em estado grave e morreu dias depois no hospital.

A previsão é que sejam interrogadas 20 pessoas, entre elas policiais civis, militares e pessoas que disseram à Polícia Civil terem visto o Vectra de Anderson e o Uno de William em alta velocidade pela via. Estas testemunhas disseram ainda que Anderson passou no sinal vermelho e por isso colidiu com o veículo que era dirigido pela vítima. As primeiras seis devem ser ouvidas até às 11h30min e as demais a partir das 13h30.

A audiência para oitiva das oito testemunhas de defesa está marcada para 28 de fevereiro, mesmo dia em que também serão ouvidos os réus.

Além de Anderson e William, também é réu na ação Kenneth Gonçalves Pereira da Silva. Este último é amigo dos dois primeiros, esteve com eles momentos antes do acidente e, de acordo com a Polícia Civil, mentiu em depoimento.

Ele declarou que Anderson não passou no sinal vermelho e que não havia ingerido bebidas alcoólicas. No entanto, a Polícia tem provas de que houve consumo de cerveja e tequila e que o semáforo estava verde para Mayana, e não para Anderson.

Juiz recebe denúncia e marca audiência no caso Mayana
O juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, recebeu na semana passada a denúncia contra os dois envolvidos numa disput...
Testemunha do caso Mayana mentiu em depoimento e é presa
O jovem Kenneth Gonçalves Pereira da Silva, de 24 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira por mentir em depoimento...
Homem com sinais de agressão é encontrado ensanguentado no Amambai
Homem de 28 anos foi encontrado ensanguentado na Rua Engenheiro Roberto Mange, no Bairro Amambai, devido aos diversos cortes que sofreu pelo corpo, n...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions