A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

09/02/2011 08:10

Justiça ouve amanhã testemunhas de acusação do caso Mayana

Nadyenka Castro

Entre elas estão policiais civis e militares

Impacto entre veículos foi tão forte que eles foram parar no canteiro central, destruindo banco de concreto. (Foto: Simão Nogueira)Impacto entre veículos foi tão forte que eles foram parar no canteiro central, destruindo banco de concreto. (Foto: Simão Nogueira)

Esta quinta-feira será o primeiro dia de audiências sobre o caso Mayana, a jovem que morreu após ter o Celta atingido por um Vectra que estaria participando de um racha. O acidente aconteceu na madrugada do dia 14 de junho do ano passado no cruzamento da avenida Afonso Pena com a rua José Antônio.

Serão ouvidas a partir das 8 horas de amanhã as testemunhas que acusam Anderson de Souza Morena, 19 anos, e Willian Jhonny de Souza Ferreira, 25 anos, de estarem disputando um racha na avenida no momento da colisão com o Celta conduzido por Mayana de Almeida Duarte, a qual foi socorrida em estado grave e morreu dias depois no hospital.

A previsão é que sejam interrogadas 20 pessoas, entre elas policiais civis, militares e pessoas que disseram à Polícia Civil terem visto o Vectra de Anderson e o Uno de William em alta velocidade pela via. Estas testemunhas disseram ainda que Anderson passou no sinal vermelho e por isso colidiu com o veículo que era dirigido pela vítima. As primeiras seis devem ser ouvidas até às 11h30min e as demais a partir das 13h30.

A audiência para oitiva das oito testemunhas de defesa está marcada para 28 de fevereiro, mesmo dia em que também serão ouvidos os réus.

Além de Anderson e William, também é réu na ação Kenneth Gonçalves Pereira da Silva. Este último é amigo dos dois primeiros, esteve com eles momentos antes do acidente e, de acordo com a Polícia Civil, mentiu em depoimento.

Ele declarou que Anderson não passou no sinal vermelho e que não havia ingerido bebidas alcoólicas. No entanto, a Polícia tem provas de que houve consumo de cerveja e tequila e que o semáforo estava verde para Mayana, e não para Anderson.

Juiz recebe denúncia e marca audiência no caso Mayana
O juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, recebeu na semana passada a denúncia contra os dois envolvidos numa disput...
Testemunha do caso Mayana mentiu em depoimento e é presa
O jovem Kenneth Gonçalves Pereira da Silva, de 24 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira por mentir em depoimento...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions