A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

20/01/2015 13:22

Ladrão folgado furta “presentes” de loja duas vezes em três dias

Renan Nucci
Câmeras de segurança mostram ação do criminoso no interior da loja. (Foto: Reprodução)Câmeras de segurança mostram ação do criminoso no interior da loja. (Foto: Reprodução)
Porta de vidro foi destruída por uma pedra atirada pelo ladrão, nesta madrugada. (Foto: Marcos Ermínio)Porta de vidro foi destruída por uma pedra atirada pelo ladrão, nesta madrugada. (Foto: Marcos Ermínio)

A comerciante Tanise Gonçalves, 23 anos, teve a loja de presentes furtada duas vezes em um período de três dias no Bairro Maria Aparecida Pedrossian, na saída de Três Lagoas, em Campo Grande. O mesmo ladrão invadiu o local nas madrugadas do dia 17 e desta terça-feira (20), causando prejuízo estimado em R$ 3.800 entre objetos furtados e vidraças estouradas.

Toda a ação foi flagrada pelas câmeras de segurança do circuito interno e as imagens já estão nas mãos da polícia. No dia 17, o criminoso chega por volta das 4h vestindo boné, short, camiseta e chinelo. Ele utiliza uma pedra para destruir a vitrine e ter acesso ao interior da loja que fica em sala anexada ao Supermercado Santo Antônio, na Rua João Francisco Damasceno.

Com o alarme acionado, o indivíduo age rapidamente e foge antes que a empresa de monitoramento e a polícia cheguem. São furtados diversos objetos como bolsas, carteiras, cadernos, caixas de som portáteis, pendrives, e outros. Pela manhã, a comerciante recolheu os estilhaços e colocou um tapume de madeira.

No furto desta madrugada ele chegou praticamente no mesmo horário, vestindo roupa semelhante, porém, de casaco. O bandido usa outra pedra para quebrar a porta de vidro e subtrair mais produtos e uma TV que exibia a imagem das câmeras. Por conta disso, a loja não funciona hoje e terá que ficar sob vigia, já que está exposta. “Vou ter que contratar alguém para cuidar (até colocar uma porta)”, disse Tanise.

Ela contabiliza os prejuízos diretos e acredita que os dois furtos vão lhe custar R$ 3.800. “Fiz orçamento da vitrine que ficou em R$ 600, a porta deve custar R$ 1 mil, a TV levada valia R$ 700, e acho que só em mercadoria foi cerca de R$ 1.500”, explicou a comerciante, mencionando que diante do ocorrido, se vê obrigada a investir em grades de proteção. “Vou ter que por a grade. Isso vai atrapalhar a visibilidade da vitrine, mas é o posso fazer”.

Após analisar as imagens do circuito interno, a polícia acredita que o autor é usuário de drogas e morador na região do Jardim Noroeste, onde teria cometido uma série de delitos semelhantes. Ele ainda não foi encontrado, mas tudo leva a crer que sua prisão seja uma questão de tempo.

Assaltantes levam joias e proprietária passa mal ao saber do furto a loja
Uma relojoaria de Fátima do Sul, a 246 quilômetros de Campo Grande foi assaltada na manhã de hoje, por homens que levaram joias do local. Armados, do...
Roubos e furtos de veículos no Brasil
Entre 229 mil (Fórum Brasileiro de Segurança Pública - ano 2013) e meio milhão de veículos (ver Antonio Penteado Mendonça, Estadão 20/1/14) são furta...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions