ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Ladrões contrataram guincho para levar Kombi ao ferro-velho

Após ver notícia sobre o furto, responsável pelo guincho entrou em contato com Danilo

Por Aletheya Alves e Mariana Rodrigues | 31/03/2021 14:35
Kombi foi guinchada nesta segunda-feira (29) e levada para ferro velho. (Foto: Direto das Ruas)
Kombi foi guinchada nesta segunda-feira (29) e levada para ferro velho. (Foto: Direto das Ruas)

Após receber diversas ligações com informações falsas, o vendedor de frutas Danilo Martins Costa, de 30 anos, descobriu que sua Kombi, sumida depois de furto, foi guinchada para ferro-velho a pedido do ladrão. Deixado na rua da Divisão em seu dia de folga, o veículo foi levado nesta segunda-feira (29).

Nesta manhã, enquanto o proprietário do veículo presta depoimento na Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos), equipes da especializada estão em diligências pela cidade para tentar encontrar a Kombi.

De acordo com Danilo, a terça-feira foi dedicada a ir atrás da Volkswagen Kombi branca. “Me ligaram passando informação falsa e passei o dia todo rodando essa cidade. Acabei descobrindo quem levou ela”, disse. O vendedor conta que após ver notícia sobre o furto, a esposa do motorista do guincho começou a desenrolar a história.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

“Ela ficou apavorada e mostrou a Kombi que ele havia retirado na foto. Ele está desesperado, disse que o rapaz chegou na casa dele e disse que precisava tirar um carro dele na rua da Divisão”, Danilo conta.

Explicando sobre a dinâmica, o motorista do guincho disse a Danilo que havia solicitado os documentos da Kombi para o suposto dono. “Ele explicou que o rapaz não estava com documento, aí pediu para tirar uma foto dele".

Ainda conforme explicado pelo motorista do guincho a Danilo, os ladrões passaram por vários locais até conseguirem vender o veículo. “ele contou que passou por vários ferros-velhos, que recusaram por não ter documento. Por isso também suspeitou e achou estranho. O suposto dono estava com mais um comparsa, por isso ele se sentiu intimidado e fez o percurso”, disse.

Alertando sobre a situação, Danilo relatou que os ladrões ofereceram um valor mais alto ao motorista para que retirasse o veículo. "O suposto dono foi até a casa do dono do guincho, bateu palmas pedindo para levar a Kombi. Ele cobrou R$ 100 e o cara ofereceu R$ 300. Serve como alerta para quem trabalha com guincho, para puxar os documentos do veículo".

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário