A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/05/2014 14:38

Ladrões furtam sorveteria pela 2ª vez, desligam luz e destroem picolés

Graziela Rezende
Janela que bandidos quebraram para entrar no local. Foto: Pedro PeraltaJanela que bandidos quebraram para entrar no local. Foto: Pedro Peralta

Seria mais um registro de furto na madrugada desta segunda-feira (5), em Campo Grande, não fosse à ousadia dos bandidos. Pela segunda vez, eles entraram em uma sorveteria da Capital e fizeram um “limpa” no local. Além do maquinário, a dupla ainda desligou o padrão de energia e espalhou centenas de picolés no chão. Em pouco mais de quatro meses, é o segundo assalto no comércio localizado na rua Oliva Enciso, bairro Mata do Jacinto.

“Eles arrancaram a janela blindex, como não conseguiram entrar pela porta e levaram tudo o que sobrou do primeiro assalto. Ao todo, são mais de R$ 6 mil em prejuízo e já estou pensando em acabar com este negócio. Os ladrões colocaram centenas de picolés em sacos de lixo e também levaram a carga do sorvete por grama de três freezers”, afirma a empresária de 32 anos.

Antes de abrir o comércio, na manhã de hoje, ela recebeu a ligação de uma vizinha, informando sobre o fato. “Ela me ligou contando do fato e disse ainda que chamou a Polícia, porém eles apareceram apenas meia hora depois. Os bandidos chegaram por volta das 1h30 e tiveram todo o tempo para quebrar ovos e jogar a castanha de caju no chão”, lamenta a empresária.

Desde janeiro, quando ocorreu o primeiro assalto, ela disse que reforçou a trava e inclusive estava solicitando orçamentos de câmeras e seguro. “Antes de eu finalizar, eles já invadiram novamente. E a vizinha disse que são os mesmos, passaram diversas vezes de moto e se esconderam em um terreno baldio até o fechamento da loja”, comenta a empresária.

Sobre o policiamento, a empresária diz que é extremamente precário na região. “Há alguns dias ladrões assaltaram um comércio aqui ao lado, e atearam fogo no local. Agora foi a minha loja. Estamos precisando de policiais constantemente por aqui, principalmente porque existe a praça aqui na frente, onde diversos usuários de drogas circulam e ficam cuidando as lojas”, garante a empresária.

A ocorrência foi registrada na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) e será encaminhada para a 3ª Delegacia de Polícia.

Dona do local disse que pretende vender o comércio (Foto: Pedro Peralta)Dona do local disse que pretende vender o comércio (Foto: Pedro Peralta)
Padrão de energia foi desligado e todo o sorvete estragou ( Foto: Pedro Peralta)Padrão de energia foi desligado e todo o sorvete estragou ( Foto: Pedro Peralta)
Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


Que judiação, mas se voce quiser proteger seu negocio, invista em cameras e cachorro, não espere que a policia vá fazer alguma coisa pois aqui em Campo Grande eles só fazem blitz, pegar ladrão não gera dinheiro para o estado, multa sim, isso gera, o cidadão está órfão, a policia de Campo Grande está completamente desestruturada, o governo federal investe, eles ganham viaturas novas, armas, coletes, o CIGCOI mudou pra Cavera, sei lá o nome da porcaria, enfim, tudo pra desfilar nas blitz promovidas para parar motoqueiros, agora veja só, se eles caissem em uma blitz quando estavam de moto, não aconteceria nada pois não estavam com produto do furto, provavelmente colocaram tudo em carro ou caminhonete, aí a policia já não para pois não está de moto, é complicado, tem que parar todo mundo.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 05/05/2014 15:14:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions