A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/10/2011 11:44

Lagoa Rica não tinha sequer apresentado projeto de segurança

Marta Ferreira

Balneário foi interditado ontem, após morte de adolescente por afogamento

Carro de funerária à beira da lagoa, após corpo de adolescente ser resgatado pelos bombeiros.(Foto: Pedro Peralta)                     Carro de funerária à beira da lagoa, após corpo de adolescente ser resgatado pelos bombeiros.(Foto: Pedro Peralta)

O balneário Lagoa Rica, interditado ontem após a morte de um adolescente por afogamento, está funcionando irregularmente e não tinha apresentado ao Corpo de Bombeiros projeto de segurança, contrariando o que informou ontem o gerente do clube. A interdição segue até as irregularidades serem sanadas.

Ontem, o gerente, Zildo Vasconcelos, disse que o balneário tinha tanto o alvará da Prefeitura quanto o certificado de vistoria dos bombeiros, mas a papelada, segundo ele, ficava num escritório fora do local, na saída para Três Lagoas. Hoje, porém, o setor responsável no Corpo de Bombeiros informou que a vistoria é feita depois de apresentado projeto de segurança pelo estabelecimento e nem isso foi feito pelo balneário.

Na tarde de ontem, após a morte de Marcos Vinícius Borges de Castro Leal, de 16 anos, minutos após chegar ao lugar com a família, o balneário foi interditado por falta de condições de segurança. Não havia coletes salva-vidas, bois de demarcação para informar as áreas perigosas nem foi comprovada a presença de profissionais guarda-vidas, que deveriam ser pelo menos 4, dada a área da lagoa.

A reportagem do Campo Grande News esteve no local e a única pessoa identificada como guarda-vidas não quis conversar. O homem estava com uma lata de cerveja na mão.

O inquérito sobre a morte do estudante, registrado ontem no plantão da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) vai ser conduzido pelo 4º Distrito Policial, nas Moreninhas. O titular da delegacia, Devair Aparecido Francisco, informou que a investigação ainda não foi repassada à unidade.

Ninguém da administração do balneário foi localizado hoje, por telefone, para comentar o assunto.



mas se não apresentam o projeto não tem como ir algum orgão competetente fazer vistoria?
Não seria de praxe fazer uma vistoria antes de um feriadão prolongado como este?
 
lucas figueiredo em 13/10/2011 12:09:50
a lagoa e um lixo um dia fui com minha familia lá e fomos emborra nem ficamos 30minutos ,pois nao tem salva vidas ,quem limpa as piscina saõ os caseiros q nem sabe os brinquedos são todos enferujados velhos quebrado o porteiro vive bebado o caseiro tbm .temos propriedades perto esse ano morreu uma criança lá vcs nao se lembra .ja moreu muita gente ali ..o prefeito tenque fazer a praia morena la
 
amanda miranda em 13/10/2011 04:20:38
É PRECISO MORRER ALGUEM PRIMEIRO, PRA DESPOIS COMEÇAREM VERIFICAR AS IRREGULARIDADES?
 
Carmem Luzia em 13/10/2011 03:15:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions