A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020

20/01/2020 14:50

Laudo preliminar sobre morte de veterinária confirma cocaína em quarto

Testemunhas serão ouvidas, incluindo empresário que acompanhava médica veterinária na ocasião

Liniker Ribeiro
De camisa vermelha, delegado conversa com funcionários de motel (Foto: Henrique Kawaminami)De camisa vermelha, delegado conversa com funcionários de motel (Foto: Henrique Kawaminami)

Laudo preliminar confirmou a presença de cocaína no quarto de motel ocupado pela veterinária, de 29 anos, que morreu após surtar e deixar o estabelecimento localizado próximo a rodovia BR-262, na noite da última quinta-feira (17). Apesar disso, exames complementares serão feitos para comprovar a causa da morte.

“O laudo provisório deu positivo para cocaína, mas pode acontecer de ser um falso positivo. Por isso é feito um novo exame e precisamos aguardar”, revela o delegado Ricardo Meireles Bernardinelli, da 3ª Delegacia de Polícia Civil da Capital.

Além dos exames, o depoimento de testemunhas ajudará a polícia a entender o que aconteceu na noite da morte. Testemunhas estão sendo ouvidas e novas pessoas serão intimadas, inclusive, o empresário Rafael Valler, de 30 anos, que acompanhava a empresária na ocasião.

Segundo o delegado, o acompanhante da veterinária deve ser intimado pelos próximos dias a prestar depoimento, assim como está sendo feito com todas as testemunhas.

A fala do empresário pode ajudar a polícia a esclarecer a morte, que está sob suspeita que tenha sido provocado por overdose.

O caso - A jovem surtou enquanto estava no quarto de motel, por volta das 20h de quinta-feira. Os gritos chamaram atenção de vizinhos e uma delas, que não quis se identificar, tentou ajudá.

"Ela dizia que o homem iria matá-la e então ela saiu correndo para fora. Eu fiquei preocupada e vim tentar ajudar”. Nesse momento, saiu correndo e quase foi atropelada na BR-262, mas o caminhoneiro conseguiu parar a tempo. A vítima se negou a sair debaixo do caminhão.

Segundo uma testemunha, a vítima estava visivelmente descontrolada. “Eu pedia para ela se levantar, dizia que ia ficar tudo bem, mas ela falava que a mãe dela não podia ver ela daquele jeito”, conta. Ela chegou a receber socorro, mas morreu pouco depois.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions