A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

18/09/2018 10:17

Licitação "compartilhada" garante compra de câmeras a secretarias

Agetec iniciou processo com pedidos similares na saúde e educação

Kleber Clajus
Guardas metropolitanos terão acesso ao sistema de monitoramento (Foto: André Bittar/Arquivo)Guardas metropolitanos terão acesso ao sistema de monitoramento (Foto: André Bittar/Arquivo)

Licitação da Agetec (Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação) para compra de 38 câmeras de vigilância deve permitir a outras secretarias também fazê-lo, reforçando a segurança até para monitorar pontos eletrônicos em Campo Grande.

Diretor-presidente da agência de tecnologia, Paulo Fernando Garcia Cardoso pontuou que ata de registro de preços teve por princípio auxiliar no combate ao roubo de equipamentos ou mesmo danos aos sistemas de transmissão de dados e torres da prefeitura.

Avaliada em R$ 83,3 mil, a compra da Agetec incluiu 25 câmeras de vigilância externa, 10 interna com dome e 3 internas gerais, além de 3 NVRs 32 portas para armazenamento das imagens captadas. Guardas metropolitanos terão acesso ao sistema de monitoramento.

Por outro lado, todo o processo foi negociado para atender também a demanda de outras secretarias, como as de saúde, educação e trânsito. Assim, contrato com a empresa SP Security Comércio de Produtos de Informática Eireli poderá ser utilizado por todas para a aquisição dos mesmos equipamentos. Extrato de contrato foi publicado no Diário Oficial.

Reportagem do Campo Grande News apurou que a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) fecha estudo para a instalação das câmeras, que deverão cobrir a área de pontos eletrônicos a pedido da Justiça. As secretarias de meio ambiente, governo e agência de trânsito também já solicitaram adesão a ata de preços. "Vamos colocar olho em tudo", disse Paulo Fernando.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions