A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/09/2016 16:20

Luminárias da Afonso Pena começam a receber lâmpadas de LED

Christiane Reis
Primeiras luminárias de LED sendo instaladas na Avenida Afonso Pena (Foto: Alcides Neto)Primeiras luminárias de LED sendo instaladas na Avenida Afonso Pena (Foto: Alcides Neto)
Substituição das lâmpadas deve ser feito até o fim desta semana; equipes trabalham até de madrugada (Foto: Alcides Neto)Substituição das lâmpadas deve ser feito até o fim desta semana; equipes trabalham até de madrugada (Foto: Alcides Neto)

Até o fim desta semana, todas as luminárias da Avenida Afonso Pena, a principal de Campo Grande, receberão lâmpadas de LED. A ação faz parte do trabalho iniciado na semana passada, na região do Aero Rancho, e que deve chegar na próxima semana a vários outros bairros.

A substituição das lâmpadas começou no dia 6 de setembro e já foi concluído em seis vias do Aero Rancho: as avenidas Raquel de Queiroz, Presidente Tancredo Neves e Ezequiel Ferreira Lima, além das ruas Arapoti, Santa Quitéria e Arquiteto Vila Nova Artigas.

O trabalho ainda segue também naquela região. A Rua Bom Pastor e as do entorno da Praça do Peixe, no Vilas Boas, também já receberam as luminárias.

Paralelamente, ruas das Moreninhas estão recebendo as novas lâmpadas, instaladas pela Solar Distribuição e Transmissão S.A., vencedora da licitação para implantar e substituir a rede de iluminação pública em Campo Grande por luminárias de LED.

Até o fim desta semana, as ações serão estendidas ao Jardim Noroeste, na saída para Três Lagoas. Segundo a empresa, o trabalho será intensificado.

“A partir de agora vamos acelerar ainda mais o serviço, com 34 equipes trabalhando ininterruptamente, das 7h da manhã às 3h da madrugada do dia seguinte, para que, até o fim de novembro, seja feita a substituição de 30 mil luminárias em toda a cidade”, disse o engenheiro responsável técnico da Solar, Bruno Soares.

Os trabalhos obedecem a um projeto executivo elaborado pela Seinthra (Secretaria Municipal de Infraestrutura). O valor total do contrato da Solar com a prefeitura de Campo Grande é de R$ 33,8 milhões. Neste montante estão incluídos os custos de aquisição das luminárias e a execução do serviço.

As lâmpadas de LED aumentam a intensidade da iluminação e reduzem em pelo menos 50% o consumo de energia. O contrato com a prefeitura prevê a implantação de 22 mil luminárias de 40W, que substituem as de vapor de sódio e as de mercúrio de 70, 125 e 150W, além de 4,5 mil luminárias de 90W, colocadas no lugar das de 250W, e 3,5 mil luminárias de 165W, para substituir as antigas de 360 e 400W.

“Estudos demonstram que o IRC (Índice de Reprodução de Cor) das lâmpadas de LED é de 70, enquanto as antigas não passam de 25, fazendo com que q rua fique muito mais clara e tudo o que acontece nela pode ser percebido com maior nitidez, representando também, além da segurança e conforto, mais beleza para a região”, explica Bruno Soares.

Enquanto as lâmpadas antigas duram no máximo 16 mil horas, as de LED permanecem em operação por pelo menos 50 mil horas, ou seja, três vezes mais. A estimativa oficial é de que o novo sistema reduza em 50% os custos de manutenção dos pontos onde a nova rede for instalada, proporcionando à prefeitura e, consequentemente, ao contribuinte, uma economia de R$ 105 milhões nos próximos 12 anos.

Saúde e meio ambiente – O engenheiro destaca também os ganhos para o meio ambiente proporcionados pela nova iluminação. “Na execução do serviço estamos encontrando em Campo Grande muitas luminárias que utilizam reatores fabricados antes de 1982, que têm em sua composição o óleo de ascarel, substância altamente cancerígena. As luminárias de LED não têm qualquer tipo de reator, o que além de reduzir o custo de manutenção do sistema, não oferece risco à saúde da população e nem provoca danos ao meio ambiente”, disse Bruno Soares.

De acordo com os estudos da Solar, somente na região do Aero Rancho o consumo de energia será reduzido em aproximadamente 186 kWh. “Para cada kWh eliminado do consumo, deixa de ser emitida uma tonelada de gás carbônico (CO2) na atmosfera. Imaginem o impacto positivo que a implantação da iluminação de LED trará, também, para a melhoria da qualidade do ar em Campo Grande”, argumenta o responsável técnico da empresa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions