A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/01/2013 06:23

Maconha, haxixe e metralhadora são apreendidos em Kombi na BR-163

Nyelder Rodrigues
Uma metralhadora artesanal está entre as armas apreendidas. (foto: Luciano Muta)Uma metralhadora artesanal está entre as armas apreendidas. (foto: Luciano Muta)

Mais de 220 quilos de maconha, além de 3 kg de cocaína, 584 esferas de haxixe, três pistolas, uma metralhadora e munições foram apreendidos na BR-163, próximo à Campo Grande, na noite de ontem (30), no um fundo falso de uma Kombi, que era guinchado por caminhão.

Por volta das 22h30, uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que estava no KM 454 desconfiou das péssimas condições da Kombi que era guinchada, e abordaram o caminhão, que seguia com um motorista e um passageiro, proprietário da Kombi, que foi preso.

Na abordagem, nada foi encontrado no caminhão. Já na Kombi, entretanto, os policiais verificaram que alguns arrebites recém haviam sido colocados, e que poderia haver um fundo falso ali, o que foi confirmado depois.

Ao abrirem o fundo falso, foi encontrada a maconha, dividida em 208 tabletes, a cocaína, dividida em três tabletes, as esferas de haxixe, as armas e as munições, que foram apreendidas. As drogas foram levadas para a Denar, onde a maconha pesou 221,7 kg, e a cocaína 3 kg.

Já as armas apreendidas eram três pistolas 9 mm, uma delas sem numeração, e uma metralhadora com dois carregadores, que aparentava ter sido criada artesanalmente, sem numeração, nem marca. Quatro caixas de munições 9 mm também foram apreendidas.

O dono das armas e das drogas é Carlos Alberto do Nascimento, de 28 anos, que foi preso. Ele contar que foi contratado em Amambai, já recebendo a Kombi pronta para fazer o transporte ilegal para a cidade de Silviania, interior de Goiás.

Porém, próximo a Juti, a Kombi quebrou a barra de direção, o que resultou em um acidente. Ele contratou o guincho para trazê-lo até Campo Grande, onde procuraria um mecânico. Ele afirmou que receberia R$ 6 mil para levar a droga e o armamento até o interior de Goiás.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions