A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

27/01/2012 14:48

Dia de desvio para motoristas e trabalho para funcionários da Prefeitura

Paula Vitorino

Parque dos Poderes teve dois pontos de “aterro” e um de asfalto afundado. Ruas em torno ficaram repletas de buracos

Buraco na avenida Hiroshima. (Fotos: João Garrigó)Buraco na avenida Hiroshima. (Fotos: João Garrigó)
Asfalto afundou em frente ao Tribunal de Contas. Asfalto afundou em frente ao Tribunal de Contas.

A chuva rápida e forte desta quinta-feira (26) afetou principalmente os bairros da região norte e leste de Campo Grande, onde ficam as bacias dos córregos Prosa e Sóter, e o resultado nesta sexta-feira (27) foi de muitos buracos e terra por quase todas as vias da área.

Os motoristas tiveram de dirigir com atenção para desviar dos diversos buracos aberto pela água. Já as equipes da Prefeitura foram divididas para fazer a limpeza e os reparos na região.

No Parque dos Poderes, dois pontos foram encobertos por terra, um em frente ao prédio do Ministério Público Estadual e o outro perto do Ponto de Combustível do Parque. De acordo com o prefeito do Parque, José Carlos Mira, a maior quantidade de terra caiu sobre a região do MPE, onde pelo menos duas galerias de esgoto foram encobertas.

A terra é trazida pela enxurrada do bairro Veraneio, pela rua Rio Doce, segundo Mira. Outro problema dentro do Porque foi o estrago no asfalto. Em frente ao prédio do Tribunal de Justiça, uma parte do asfalto afundou e o trecho foi interditado.

Mira afirma que a limpeza será concluída ainda hoje e que o asfalto deve ser restaurado neste sábado (28). “As equipes estão trabalhando desde a manhã”, diz.

Nas vias em torno, o asfalto também foi danificado em vários trechos. Na avenida Hiroshima, próximo a Mato Grosso, a chuva abriu um buraco fundo, que foi sinalizado com um pau por populares. Mas por toda a extensão da via existem buracos e o asfalto está esfarelando.

O problema é o mesmo na rua Kame Takaiassu, que liga a Via Park a Hiroshima. A via é estreita e os motoristas precisam desviar de pelo menos dois buracos em cada quarteirão.

A Prefeitura informou nesta manhã que as equipes estão trabalhando por toda a cidade, conforme solicitação de reparos que sejam necessários.

A chuva atingiu 91 milímetros em 55 minutos de precipitação, o maior registro desde 2007. A previsão meteorológica é de mais chuva pelo menos até o fim de semana.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions