A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/07/2012 17:23

“Mata a mulher também”, ordenou mentor a assassinos de casal

Ana Paula Carvalho e Nadyenka Castro
Corsa foi utilizado no roubo (Foto: Rodrigo Pazinato)Corsa foi utilizado no roubo (Foto: Rodrigo Pazinato)

O autor dos disparos que mataram a estudante Luzia Barbosa Damasceno Costa, 25 anos, e o empresário Alberto Raghiante Junior, de 55 anos, disse à Polícia que a intenção não era atirar nas vítimas.

De acordo com o delegado Devair Aparecido Francisco, que investiga o caso, Neidinaldo Nascimento da Silva, de 21 anos, relatou que ficou nervoso e acabou matando o empresário. Depois disso, ligou para um homem identificado como Paraná, que segundo afirma, é o mentor do roubo e contou “que tinha matado o cara”.

“Então mata a mulher também”, Paraná ordenou, segundo Neidinaldo. Luzia foi encontrada abraçada a uma bolsa.

Ainda segundo o delegado, Paraná e mais dois envolvidos no crime estão foragidos. Um deles levou o carro de Raghiante para o Paraguai. Paraná saiu do presídio há aproximadamente um mês.

Segundo a Polícia, o casal estava namorando em um Azera perto do Terminal Morenão quando foi abordado pela quadrilha. As vítimas foram levadas para a rodovia Três Barras, onde foram assassinadas.

Luzia e Alberto foram encontrados caídos de bruços no matagal. Eles foram mortos com tiros na nuca.

Neidinaldo, que segundo a Polícia confessou ter matado casal. (Foto: Rodrigo Pazinato)Neidinaldo, que segundo a Polícia confessou ter matado casal. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Carro - Durante diligências na tarde desta quarta-feira, os policiais encontraram o carro utilizado pelos assaltantes. O Corsa branco estava escondido na casa de um homem identificado apenas como “Bitão”. Ele é apontado como um dos envolvidos no crime.

Adalberto Raghiante era proprietário da Arquivoteca, empresa de armazenamento de documentos em Campo Grande e Cuiabá. Em 2012, a empresa atingiu a marca de 250 milhões documento gerenciados.

Alberto Raghiante era primo do advogado e juiz eleitoral Ary Raghiant.

Luzia Barbosa Damasceno Costa fazia faculdade de História em Aquidauana e, segundo a família, estava em Campo Grande a passeio.



kra ela era minha melhor amiga u ia me encontrar cm ela no final de semana e vi ela 3 dias antes e qué sabe o BRASIL tem q acordaaaaaaaa pk tão matando tanta gente nesse mundo! bom eles não estavam namorando els estavam na frente do abrestamento onde ela ia dormii!
SAUDADES!
 
sarah rocha em 10/11/2012 13:27:02
Depois quando eu digo para as pessoas não ficarem se mostrando...alguns vêm aqui e falam blá-blá-blá...Esse aí mostrou seu Azera e morreu. Tá cheio de bandidos por aí, pipocando de todos os Estados do país. A situação está terrível...Ter conforto e morrer ou viver humildemente e viver? Do que adianta trabalhar pra viver bem, se o final será este? Continue na espera de o Estado vir te salvar...
 
Filipe Alberto em 05/07/2012 12:12:09
Filipe Alberto, quem trabalha tem o DIREITO de viver bem, e isso passa por ter bons carros e roupas boas. É inadmissível alguém ter que viver mal por conta desses indivíduos!
 
Gustavo Capibaribe em 05/07/2012 11:52:00
O Brasil copia modelos arcaicos de países socialistas. Se copiasse boas leis de países verdadeiramente democráticos, há muito tempo já existiria aqui a pena de morte e a prisão perpétua, tal como existe nos EUA. Faça uma pesquisa de opinião e veja se a pena de morte e prisão perpétua não ganharia de 10 x 0. Um caso desse aí, cá pra nós, tem outra solução? Se tiver estampe aqui que desejo saber.
 
ademir gomes em 05/07/2012 11:40:32
Concordo com o Felipe Alberto, hoje não se póde usar nem uma roupa,um relógio,ou carro melhór que o infeliz do ladrão vem e leva até a vida das passôas.tem que trabalhar só para comer,assim mesmo entram nas casas e fazem a festa,a lei deveria ser mais concreta com esses bandidos,deveriam colocalos em ilhas desertas cercadas com jacarés famintos dar-lhes sementes e faze-los plantar para comer.
 
Lucas da Silva em 05/07/2012 10:45:14
ACORDA BRASIL!! PENA DE MORTE É A SOLUÇÃO PARA A CRIMINALIDADE!!!
 
Adriano Maciel em 05/07/2012 09:50:43
É isso mesmo, tem que ter pena de morte para traficantes e bandidos, matam sem piedade e ainda antes de matar humilham as pessoas. Eles não querem saber se elas tem filhos, mas os direitos humanos vai lá dar todo apoio para os presos e os filhos destas pessoas como é que ficam. O pessoal dos diretos humanos vai la prestar algum tipo de apoio para as famílias?
 
Cida Barros em 05/07/2012 09:25:30
Ainda tem os nossos representantes em Brasília DF, e o pessoal que se dizem dos "direitos humanos" que são contra a pena de morte. Ora será que não estão legislando em causa própria? Pena de morte sim, a estes tipos sanguinários, e aos "ditos" menores infratores! Urgente!
 
Marcelo P. Kayw em 05/07/2012 07:53:14
Quem mata para roubar deveria viver o resto da vida preso e obrigado a trabalhar para pagar sus despesas. Não há explicação e desculpas para no Brasil de hoje ficar roubando.
 
luiz alves em 05/07/2012 07:42:59
O Brasil tem que adicionar o pelotao de fuzilamento para esses casos absurdos. Ja ficou provado que o cara é bandido mesmo e nao tem ressocialização pra ele, pois nem bem saiu da cadeia e cometeu mais uma barbaridade dessa. Nao tem outra pena, essas pragas tem que ser fuziladas e banidas da terra.
 
Luci santos em 05/07/2012 01:30:20
Nesses casos deveria ter pena de morte, pra esses bandidos!!!Pra eles foi tão fácil matar, e logo estarão na rua, roubando e matando mais gente!!!
 
daniela dias em 05/07/2012 01:02:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions