A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

21/08/2015 14:16

Médicos discutem situação financeira da Capital antes de decidir sobre greve

Juliana Brum e Michel Faustino
100 médicos estão reunidos para ouvir secretário adjunto de planejamento ( Foto - Fernando Antunes)100 médicos estão reunidos para ouvir secretário adjunto de planejamento ( Foto - Fernando Antunes)

Os médicos discutem, no início da tarde de hoje (21), a situação financeira de Campo Grande. Após a reunião com o secretário municipal adjunto de Planejamento, Finanças e Controle, Ivan Jorge, a categoria discutirá o fim da greve, que começou no sábado passado.

Jorge vai expor para a categoria a atual situação financeira do município e deverá tranquilizar os médicos sobre o risco de não haver escalonamento dos salários a partir de setembro. A reunião acontece no Sinmed (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul).

"O quanto antes tivermos em caixa os valores arrecadados, assim faremos o pagamento da categoria" declarou o secretário adjunto. Ele vai frisar que o escalonamento, adotado nos salários de julho pagos neste mês não deverá ocorrer no restante do ano.

Após esta reunião, que acontece a portas fechadas, a categoria fará uma assembleia interna para discutir o que foi apresentado e irá definir se mantem a greve. Estão presentes cerca de 100 médicos.

Os médicos estão em greve desde sábado e só mantêm o atendimento de 30% nos Centros Regionais de Saúde 24 Horas e nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).



Será que só os médicos que não terão escalonamento? Ou os demais servidores também?
 
claudia granja macedo mota em 21/08/2015 15:54:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions