A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

06/09/2017 09:38

Médicos protestam contra fechamento da ala psiquiátrica da Santa Casa

O maior hospital do Estado deve transferir os dez leitos que ainda estão em funcionamento para o Nosso Lar

Viviane Oliveira
Fachada da Santa Casa, maior hospital do Estado (Foto: arquivo/Marcos Ermínio) Fachada da Santa Casa, maior hospital do Estado (Foto: arquivo/Marcos Ermínio)

Após a diretoria da Santa Casa anunciar que vai fechar o setor de psiquiatria, médicos se mobilizaram nas redes sociais contra o fim do serviço. Ainda na primeira quinzena de setembro, o maior hospital do Estado deve transferir os dez leitos que ainda estão em funcionamento para o Nosso Lar. Além de prejudicar milhares de pacientes, o fechamento do setor vai atrapalhar a formação de novos psiquiatras, afirmam especialistas do ramo.

Os profissionais da área devem ser reunir nesta manhã (6), na Assembleia Legislativa, para protestar contra o fechamento. Segundo o diretor-presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), Esacheu Nascimento, a decisão de acabar com ala de psiquiatria foi uma forma de otimizar recursos.

Em depoimento, o psiquiatra Adriano Bernardi do Prado, formado pela residência de psiquiatria da Santa Casa, fala sobre os tempos que fazia plantão na unidade de saúde e afirma que mesmo diante das dificuldades, o hospital sempre cumpriu seu papel em atender ao paciente psiquiátrico com dignidade.

“O serviço era duro. Mesmo com todas as dificuldades decorrentes de um sistema de saúde público falido e mal planejado, desvalorização dos profissionais, falta de recursos e histeria ideológica, a Santa Casa sempre cumpriu seu papel: atender ao paciente psiquiátrico com dignidade", lamenta. 

O médico relembra da falta de material (até mesmo para impressão de receitas), ala lotada e pacientes graves, que muitas vezes iriam utilizar a última vaga disponível.

Esacheu Nascimento em entrevista ao Campo Grande News na manhã de ontem (Foto: Richelieu de Carlo)Esacheu Nascimento em entrevista ao Campo Grande News na manhã de ontem (Foto: Richelieu de Carlo)

Muitas vezes, segundo relato do psiquiatra, os funcionários recebiam “voz de prisão” e ameaças de processo por parte de policiais e bombeiros revoltados com a falta de leito, mas que na raça os profissionais de saúde tentavam fazer a diferença e atender a todos que precisavam.

“Plantões horríveis nos quais tínhamos que decidir em questão de minutos qual, dentre vários pacientes graves, iria utilizar a última vaga disponível. No mesmo plantão, poderíamos nos deparar com pacientes psicóticos, agressivos, alcoolizados, confusos e abandonados no Pronto socorro após serem recolhidos das ruas ou vindos do interior com a ''promessa de internação'' em vagas que nem existiam. No entanto, o que era precário pode se tornar inexistente”, desabafa.

Compartilha da mesma opinião, o psiquiatra Jony Afonso Gonçalves. Segundo ele, milhares de pacientes ficarão sem assistência. “Além de prestar serviço à comunidade, a Santa Casa também sempre foi uma escola. Me formei psiquiatra, assim como tantos outros colegas, neste serviço. A psiquiatria da Santa Casa, forma médicos desde os anos 90. É uma escola que tem história na psiquiatria brasileira. Ainda temos uma falta de psiquiatras no país todo”, reforça.

Protesto - A informação de que a Santa Casa cogitava fechar o setor de psiquiatria começou a circular nesta segunda-feira (5). O boato gerou protestos de funcionários e médicos do setor, além de outros profissionais da área. As manifestações circularam em grupos de WhatsApp e foram feitas pelas redes sociais.

Hoje, além da Santa Casa, o município tem convênio com o Hospital Nosso Lar (30 leitos) e Hospital Regional (12 leitos) para tratamento psiquiátrico.

Alunos de escola estadual plantarão 50 mudas de Ipês nesta quinta-feira
Comemorado nesta quinta-feira (21), o Dia da Árvore será marcado pelo plantio de 50 mudas de Ipês por cerca de 200 alunos da Escola Estadual, no Conj...
Caminhoneiros poderão fazer "check up" de graça amanhã na BR-163
Caminhoneiros que trafegarem pela BR-163, em Campo Grande poderão fazer um check up para saber como anda a sua saúde, gratuitamente, nesta quinta-fei...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions