A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

22/09/2014 16:30

Menino de 9 anos agride estudante de 7 e o deixa "coberto de sangue"

Filipe Prado
O menino machucou o nariz e ficou sujo de sangueO menino machucou o nariz e ficou sujo de sangue

Ao sair da escola, menino de sete anos foi agredido no rosto por outro de nove e chegou em casa “banhado de sangue”. De acordo com a mãe do menino, uma dona de casa de 26 anos, o filho alegou que havia batido o nariz em uma árvore, mas um colega da criança desmentiu e afirmou que ele apanhou na escola.

O menino, que estuda no 3º ano do ensino fundamental na escola municipal Padre Tomaz Ghirardelli, no Bairro Dom Antônio Barbosa, já havia sido ameaçado, pelo menino que estuda no 9º ano, conforme a mãe. Hoje (22), depois do horário de aula, o menino mais velho agrediu o outro e disse para que ele não contasse a ninguém.

Em casa, o menino mentiu para a mãe sobre o sangue na roupa, mas um colega contou que ele teria sido espancado por outro e ameaçado. “Ele falou que se contasse para mim ele apanharia mais na escola”, contou a dona de casa.

A mãe foi até a escola, mas os funcionários alegaram que a briga havia acontecido fora da escola e que o menino nunca havia comentado sobre as ameaças, mas prometeu chamar os pais do garoto para uma conversa. Já o menino, segundo a dona de casa, relatou várias vezes à professora e a diretora da escola “não fizeram nada”.

A dona de casa prometeu prestar queixa à polícia sobre o acontecido com medo de que volte a acontecer. Traumatizado, o menino revelou para a mãe que não quer voltar á escola. “Estou pensando em tirar meu filho da escola”, afirmou.

O Campo Grande News entrou em contato com a escola, mas a diretora informou que só poderá se manifestar com a autorização da assessoria de imprensa da Prefeitura de Campo Grande.

Já a assessoria afirmou que irá apurar os fatos, mas até o fechamento desta matéria não respondeu a solicitação.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


Faço o trabalho voluntário com o escotismo, e não é aceitável ver uma noticia como esta, em que uma criança tira sangue da outra seja por que motivo for, jovens armando brigas em frente a escola e os pais que só ficam em casa sem acompanhar os filhos não sabem o que estão fazendo. A vítima sofre o agressor se escora no estatuto da infância e a violência continua. Mostro o endereço do bom jovem estamos no parque Ayrton Senna todo sábado a tarde e lá auxiliamos o desenvolvimento desse jovem junto aos pais e aprender fazendo serão um adulto responsável. esse estatuto esta dando só direito e deixando de lado os deveres e obrigações, para que não ocorra de novo chega de ficar quieto ou vamos sofrer ainda mais.
 
Luiz Carlos Santos Messias em 22/09/2014 20:08:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions