A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/09/2014 17:26

Menino de 9 anos que agrediu outro de 7 fará acompanhamento psicológico

Filipe Prado

Os pais do menino de nove anos que agrediu outro de sete na manhã de hoje (22) na escola municipal Padre Tomaz Ghirardelli, no Bairro Dom Antônio Barbosa, afirmaram que o garoto fará acompanhamento psicológico.

Conforme assessoria de imprensa da Semed (Secretaria Municipal de Educação), a mãe do menino agredido, uma dona de casa, 26, foi atendida pela escola e orientadas para tomar as medidas pertinentes.

Os pais do agressor foram chamados até a escola e conversaram com a diretora. A mãe do menino alegou que ele fará tratamento psicológico e ainda citou que ele passou por um “abalo emocional na família no ano passado”.

O menino já havia sido ameaçado, conforme a mãe, há muito tempo. Hoje, depois do horário de aula, o menino mais velho agrediu o outro e disse para que ele não contasse a ninguém. Em casa, o menino mentiu para a mãe sobre o sangue na roupa, mas um colega contou que ele teria sido espancado por outro e ameaçado. “Ele falou que se contasse para mim ele apanharia mais na escola”, contou a dona de casa.

 



Se fosse meu filho, esses "projeto de marginal" de 9 anos já estaria tomando sopa de canudinho... Não sou a favor da violência, mas QUALQUER PAI, ao ver seu filho machucado e com sangue escorrendo pela roupa, iria querer "matar" o agressor,não importando a idade dele. É por isso que tragédias acontecem, E ainda vem os pais desse moleque dizer que ele "sofreu abalo ano passado,mas agora irão proporcionar acompanhamento psicológico". por que não fizeram isso ANO PASSADO??? Talvez tivessem evitado essa agressão.
 
silvio josé da costa tôrres em 23/09/2014 05:29:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions