A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018

06/02/2013 18:47

Merenda para Ceinfs só começou a ser distribuída nesta madrugada

Nícholas Vasconcelos e Helton Verão
Para a distribuição da merenda foi preciso o uso de 16 caminhões da Prefeitura. (Foto: Rodrigo Pazinato)Para a distribuição da merenda foi preciso o uso de 16 caminhões da Prefeitura. (Foto: Rodrigo Pazinato)
Famílias têm da falta de merenda nas escolas, já que muitas não têm dinheiro para compra lanche. (Foto: Rodrigo Pazinato)Famílias têm da falta de merenda nas escolas, já que muitas não têm dinheiro para compra lanche. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A Prefeitura de Campo Grande começou a distribuir os alimentos da merenda escolar às 3h da madruga de hoje, para evitar a falta de desabastecimento nas escolas e Ceinfs (Centro de Educação Infantil).

Informações apuradas pelo Campo Grande News apontam que os 16 caminhões saíram para atender as escolas ainda de madrugada e na tarde de hoje alguns unidades de ensino não tinham recebido os alimentos. Em uma das centrais de distribuição, em uma empresa de cesta básica na rua 24 de Outubro, da merenda é que houve demora para assinar a autorização que liberou o envio para as escolas e Ceinfs.

No entanto, em algumas unidades de ensino infantil foi necessário fazer uma “vaquinha” para comprar alimentos.

“A única coisa que chegou foi verdura, fizemos vaquinha pra comprar carne, arroz, macarrão e feijão”, explicou uma servidora que não quis se identificar.

No Jardim Futurista, a merenda é vista como uma fonte importante de alimentação para os alunos que não têm a opção de comprar um lanche nas cantinas.

“Não é todo mundo que tem condições de dar um trocado para criança comprar um lanche”, diz o pintor Ilton Pereira Delmondes, 37 anos. Ele tem dois sobrinhos que estudam na Escola Municipal Consulesa Margarida Maksoud Trad, no bairro Estrela Dalva.

Com 4 filhos - de 11, 9, 5 e 4 anos – a dona de casa Laura Oliveira, 35 anos, conta que nem sempre tem dinheiro para dar aos filhos. “Eles almoçam em casa, mas sempre têm que comer na merenda”, disse.

“Não tenho condições de dar dinheiro para eles lancharem, se faltar merenda vou ficar preocupada”, revela Fernanda Silva Fernandes, 27 anos, que tem quatro filhos estudando na escola municipal.

No primeiro dia de aula, os alunos da Escola Maksoud foram obrigados a comer bolacha de água e sal, já que havia merendeiras como em outras 21 escolas da rede municipal. Segundo o Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande), o déficit é de 250 funcionários nas 85 escolas municipais.

 



E mentira do bernal que eles ofereceram 16 caminhoes o motivo e a licitaçao tudo estava certo para ser entregue mas o prefeito so deixou entregar para so 15 dias mantimentos...
 
carlos alberto alves barbosa da rocha em 08/02/2013 00:07:47
Parabéns GISLAINE pelo seu comentário, mas gostaria de informar que desde seg. já tinha frutas e verduras, leite e bolacha no Ceinf . E vamos virar a página a comida já foi entregue.
 
Elaine Estadulho em 07/02/2013 11:07:09
Gente, me desculpem os chatos de plantão, os religiosos de plantão, as mães de plantão, quem quer que esteja de plantão..
Tem um comentário de uma mãe de estudante, que tem (4), quatro filhos, e não tem condições de dar trocados para o lanche..
Tá certo que na "PALAVRA" (crescei e multiplicai-vos), esqueceram de dizer, se você tiver condições de:
-EDUCAR-DAR ABRIGO-ALIMENTAR-VESTIR ETC...
O povo brasileiro, quer tudo de mão beijada, BOLSA ISSO, BOLSA AQUILO, VALE ISSO, VALE AQUILO. Quer viver de assistencialismo, e me perdoem, já foi feito um estudo, um filho custa para os pais desde seu nascimento ate a formação superior, em torno de R$ 400.000,00, estudando em escolas particulares etc, agora tiremos a escola particular da conta, ainda é preciso de R$ 220.000,00 para criar bem 1 filho
 
Odracir Siarom em 07/02/2013 10:39:36
joaõ batista graças a deus vc pode paga´mais tem gente que naõ tem cuidado naõ cuspi pra cima.
 
nelson batistote em 07/02/2013 09:48:55
Concordo com o que disse a Gislaine, meu filho também fica em CEINF, e no dele nao faltou merenda, porque com certeza a diretora e a merendeira foram cautelosas e deixaram uma reserva para uma emergência. Depois não sabem porque algumas diretoras foram exoneradas...
 
Lucia Gomes em 07/02/2013 09:35:25
Falta de kits, falta de merenda, falta de diretores, falta de secretario, falta.... uipiii.. essa é a mudança, ficou ótimo..... parabéns a você que votou no Bernal !!! Campo Grande agradece !!!
 
Henrique Oliveira em 07/02/2013 09:19:15
MASSA É ISSO AI BERNAL COMIDA PRO POVO.
O POVO QUER DIVERSÃO E COMIDA
COMO SE FAZIA EM ROMA LEMBRA,
MOSQUITO DA DENGUE É UM DETALHE.
MANDA VER
DIVERSÃO E COMIDA PRO POVO
 
JULIO JUNIOR em 07/02/2013 09:10:42
ABSURDO..........ALIMENTAÇÃO.....Coisa básica, princípio da vida, da substência, os adminstradores tem que parar tudo e começar a enxergar e planejar as coisas a partir dali....ou seja "DAS CRIANÇAS" ou jamais teremos chance de pensar em sociedade igualitária.
 
juraci montanha em 07/02/2013 08:36:35
Seguindo o raciocinio do comentario anterior, não é aprimeira vez que acontece pois as merendeiras, sabendo que isso ocorre com frequencia, deixaram merenda quardada do ano passado. Então a culpa não é do Prefeito atual, não só dele, mas do custume de deixar coisas de grande importancia pra depois.
 
Cleber Gimenez em 07/02/2013 08:26:30
o povinho que reclama no ano passado os kits foram entregues em abril,da minha filha eu tenho que pagar a mensalidade escolar os materiais os uniformes e ainda comprar lanche
vcs tem tudo de graca e ainda reclama aposto que nem trabalham para pagar os impostos
que mantem isso tudo funcionando. com certeza ainda ganha dinheiro para o filho manter uma frequencia de aula contribuia um pouco para que as coisas funcionem melhor estao
todos trabalhando para que as coisas aconteca
 
joao batista em 07/02/2013 07:49:20
Com a volta às aulas, e onibus lotados de estudantes, espero que seja cumprida a Lei publicada no Diario Oficial de Campo Grande, de 31/12/2012 PROIBINDO O USO DE APARELHOS DE SOM NOS ONIBUS, tais como radios, aparelhos celulares i-phones e outros.... e vitando assim a verdadeira baderna promovida por estudantes e outros usuarios mal educados! Até hoje não vi avisos com relação a essa proibição jos onibus e terminais....Oo usuarios do transporte coletivo agradem se haver fiscalizaçao p q essa lei seja cumprida!!! Vamos divulgar e cobrar das autoridades competentes!!!
 
Daniela Souza em 07/02/2013 07:21:06
E o Bernal.... preocupado com a dengue, mas as escolas e ceinfs....é
srs. pais é reflexo de vossos votos!
 
Simone de Medeiros em 07/02/2013 05:53:32
Eu gostaria de saber porque faltou alimento pois onde minha filha fica que é um ceinf, nao vou dar nomes aos bois, la não faltou comida, pois as merendeiras sempre deixa um pouco no estoque para o retorno das crianças ,ja se precavindo mesmo para não passar poer estas situações.
 
GISLAINE APARECIDA GARCIA em 06/02/2013 21:31:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions