A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/04/2016 13:00

Mesmo com liminar, agendamento de RG continua suspenso em 12 municípios

Natalia Yahn
Site da Sejusp informa sobre necessidade de reagendamento. (Foto: Reprodução / Site Sejusp)Site da Sejusp informa sobre necessidade de reagendamento. (Foto: Reprodução / Site Sejusp)

O serviço de agendamento online para emissão do documento de identidade (RG) continua suspenso em Mato Grosso do Sul, por conta de um entrave entre a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) e as empresas responsáveis pelo serviço. A suspensão é válida para Campo Grande e outros 11 municípios do interior.

A Secretaria ingressou com uma ação de prestação de fazer junto a 1ª Vara da Fazenda Pública de Campo Grande, com pedido de tutela liminar de urgência, que foi deferida pelo juiz José Eduardo Meneghelli. Porém a ordem judicial continua a ser descumprida, já o que o serviço não foi normalizado e a decisão, de acordo com a Sejusp, prevê multa diária caso a empresa não assuma o serviço pelo prazo de 90 dias. A Secretaria não tem previsão de normalizar o agendamento e emissão do (RG).

Em nota, a Secretaria afirmou que empresa Valed Soluções, descumpre o contrato firmado com o Governo do Estado, pois deveria manter o serviço até que a vencedora da licitação – Montreal – passasse a realizar a emissão do documento. “(...) o contrato firmado (...), prevê que não poderia em hipótese alguma haver descontinuidade dos serviços”, afirma a Sejusp.

A Secretaria informou também que a Valed fez a emissão de todos os documentos de identidade das pessoas que procuraram o serviço até o dia 30 de março, um dia antes do fim do contrato. Mas a empresa deveria manter o atendimento por mais 60 dias – no máximo – até que a Montreal inicie as operações e assuma o trabalho.

"Estamos diante de uma nova licitação para melhorar o sistema e os serviços prestados à população. O prazo para a regularização da emissão da Carteira de Identidade (RG) é de aproximadamente 60 dias, já que o processo demanda a expedição de papel moeda que precisa de autorização da Casa da Moeda”.

No dia 6 de abril a Sejusp informou a reativação do o sistema de agendamento para emissão, que estava indisponível por causa da troca da empresa que confecciona as carteiras. Porém, com datas livres a partir do dia 11. Mas agora, no site da Secretaria - onde é feito o agendamento -, assim que o sistema é visualizado o usário é alertado com uma mensagem.

"Pedimos a gentileza das pessoas que fizeram seus agendamentos entre: 01/04 a 08/04, que os refaçam; 11/04 e 30/04, serão atendidos conforme disponibilidade dos Postos de Identificação", diz o aviso.

A empresa que assumiu o serviço foi a M.I. Montreal Informática, que tem contrato com o Governo do Estado no valor de R$ 3.478.500, por 12 meses, segundo publicado no Diário Oficial do dia 29 de março. Com sede em Belo Horizonte (MG), a Montreal venceu pregão presencial.

Conforme a assessoria de imprensa da Sejusp, não é possível informar quantas solicitações deixaram de ser feitas. A média mensal é de emissão de 10.500 carteiras de identidade em Mato Grosso do Sul, sendo 40% relativo à segunda via do documento.

A primeira emissão do RG é gratuita. Para a segunda via do documento, o custo é de quatro Uferms (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul), que corresponde a R$ 93.

A nova empresa fornecerá o sistema, papel moeda, impressão, coleta de digitais, confronto de informação, além da emissão de todos os atestados e certidões de antecedente criminal. O pregão 002/2015 foi para contratar empresa “ especializada em fornecimento de serviços de solução integrada para modernização do Instituto de Identificação”. A validade do contrato é por 12 meses.

O agendamento eletrônico atende Campo Grande, Aquidauana, Corumbá, Coxim, Dourados, Fátima do Sul, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas.

No dia 22 de março o serviço já estava com problemas e na época a Sejusp informou que a suspensão era temporária e válida para Campo Grande e os demais onze municípios do interior, por conta da troca do sistema utilizado pela empresa que vai assumir a emissão dos documentos.

Outro lado - Em nota, a Valid justifica que "cumpriu fielmente todas as cláusulas do contrato firmado com a Sejusp", para emissão de documentos de identidade até a conclusão do seu quinto e último termo aditivo, que prorrogou o prazo de prestação do serviço até o dia 28/03/2016.

"A Valid não tem conhecimento de qualquer ação movida em seu desfavor pela SEJUSP e tampouco foi intimada a respeito de decisão liminar que a obrigue a prestar serviços de emissão de documentos de identidade ao órgão. A Valid ressalta, ainda, que não há qualquer disposição contratual que a obrigasse a manter o serviço até que a empresa vencedora da licitação passasse a realizar a emissão dos documentos, mesmo porque seria ilícito que a Valid continuasse prestando serviços após o término do respectivo contrato. Cabe destacar, por fim, que o atraso na conclusão do procedimento licitatório que resultou na contratação da empresa vencedora é de responsabilidade da Administração Pública e que a Valid, por diversas vezes, alertou para o risco de interrupção dos serviços"

Matéria atualizada às 16h56 de 26 de abril de 2016 para acréscimo de informações.

Sistema eletrônico de agendamento de RG é reativado pelo Governo do Estado
O sistema de agendamento para emissão de carteiras de identidade em Mato Grosso do Sul, indisponível desde 29 de março por causa da troca da empresa ...
Com suspensão de agendamento do RG, opção em 12 cidades é esperar
Com a suspensão do agendamento online do RG, moradores de Campo Grande e mais 11 municípios terão somente uma opção: esperar. A previsão da Sejusp (S...
Agendamento online para emissão de RG está suspenso até dia 1° de abril
O serviço de agendamento online para emissão do documento de identidade está suspenso em Mato Grosso do Sul. A Sejusp (Secretaria de Estado de Justiç...
Homem foge de briga, se envolve em acidente e acaba agredido por moradores
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions