A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

27/06/2018 10:29

Ministério da Agricultura autoriza venda de plasma e hemácias em pó na Capital

Nos últimos dois anos, a JBS fez investimentos de R$ 45 milhões na criação da empresa

Danielle Valentim

O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) acaba de autorizar a comercialização de plasma e hemácias em pó, na primeira unidade da JBS Feed Solutions em Campo Grande.

A nova planta produz plasma e hemácias em pó, processadas a partir do sangue bovino adulto resfriado. Esses materiais, de grande valor nutritivo, servem como ingredientes na fabricação de rações para aves e suínos. A unidade, instalada em uma área de 4 mil m², está entre as mais modernas do mundo e atenderá 100% da demanda das unidades da própria Companhia.

“Com a habilitação em mãos, iniciaremos a comercialização e esperamos processar cerca de quatro milhões de litros do sangue bovino resfriado ao mês até setembro deste ano. Além disso, nossa expectativa é atender 100% da necessidade da Seara até outubro de 2018”, ressalta José Flávio De Toledo Usó, diretor Industrial da FeedSolutions.

A unidade tem capacidade de produzir cerca de 550 toneladas de hemácias em pó e 200 toneladas de plasma em pó por mês. Tais insumos podem compor de 3% a 6% das rações. Nos últimos dois anos, a JBS fez investimentos de R$ 45 milhões na criação da empresa, que faz parte da estrutura da JBS Novos Negócios.

A escolha de Mato Grosso do Sul para sediar a primeira unidade da JBS Feed Solutions foi pensada levando em conta a participação relevante do estado na produção nacional de bovinos e, em consequência, na geração dos insumos. Dos bovinos abatidos, 38% correspondem a coprodutos – entre eles plasma e hemácias em pó.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions