A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

02/08/2018 09:07

Ministro antecipa visita a Hospital do Trauma para anunciar verba

Unidade, inaugurada em março, aguarda liberação de R$ 6,5 milhões para custeio

Mayara Bueno
Entrada do Hospital do Trauma, ao lado da Santa Casa. (Foto: Saul Schramm/Arquivo).Entrada do Hospital do Trauma, ao lado da Santa Casa. (Foto: Saul Schramm/Arquivo).

A visita do ministro da Saúde, Gilberto Occhi, ao Hospital do Trauma, nesta quinta-feira (dia 2), foi antecipada para 16 horas, segundo a Santa Casa. Até então, a chegada dele estava prevista para as 18h. Ele deve anunciar a liberação de R$ 6,5 milhões para a instituição de saúde.

Além da Santa Casa, o ministro também deve passar pelo Hospital de Câncer Alfredo Abrão para vistoriar o setor de Radioterapia. Um acelerador linear que não estava sendo utilizado em Goiás foi entregue pela pasta no mês passado.

A Santa Casa aguarda, desde março, o repasse para custear a nova unidade, anexa ao hospital. O então ministro Ricardo Barros veio a Capital no dia 25 daquele mês para entregar o prédio do Hospital do Trauma e posteriormente deixou o cargo para se candidatar na próxima eleição.

Naquele dia, a promessa foi de que os R$ 6,5 milhões seriam liberados um mês depois, o que não ocorreu até agora. De lá para cá, governo e prefeitura negociam com o Ministério da Saúde a liberação do dinheiro.

Quando abrir de fato, a estimativa é que o hospital realize cerca de 10 mil internações ao ano, além de 9 mil cirurgias, 10 mil consultas, com ampliação dos serviços de diagnósticos clínicos e de imagens. Em junho o prefeito da Capital, Marquinhos Trad (PSD), chegou a criticar a demora no repasse que manterá a unidade.

“Não adianta entregar obra e depois fechar. Será que o governo [federal] vai empobrecer se mandar R$ 6,5 milhões?”, cobrou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions