ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Morador de rua tinha 50 anos e foi assassinado depois de tentar estuprar mulher

Pessoas que ficam no entorno do prédio contaram que vários moradores de rua se revoltaram com situação

Por Ana Oshiro | 26/03/2022 09:47
Corpo do homem estava caído em rampa que dá acesso à parte interna do prédio. (Foto: Henrique Kawaminami)
Corpo do homem estava caído em rampa que dá acesso à parte interna do prédio. (Foto: Henrique Kawaminami)

Foi identificado como Dilson do Nascimento Oliveira, de 50 anos, o morador de rua que foi assassinado na madrugada deste sábado (26) na antiga rodoviária de Campo Grande, no Bairro Amambaí, região central da Capital.

Conforme o boletim de ocorrência, Dilson tentou estuprar uma mulher que passava pelo local e causou revolta entre outros moradores de rua da região. Por causa da tentativa de estupro, ele foi agredido e esfaqueado até a morte.

A perícia encontrou pelo menos 10 perfurações de faca pelo corpo de Dilson, no pescoço, rosto, braços, pernas e tórax. Não há informações sobre as pessoas que mataram o homem e a polícia faz buscas na região para tentar localizar suspeitos.

A morte teria acontecido por volta de 1h da madrugada e o corpo de Dilson foi localizado às 7h da manhã, já em estado avançado de rigidez. O caso foi registrado como homicídio simples na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Nos siga no Google Notícias