ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 12º

Capital

Morador socorre adolescente durante assalto e acaba esfaqueado na cabeça

Ferido na testa, a vítima foi socorrida pelos familiares e levada para o posto de saúde da região

Por Viviane Oliveira e Bruna Marques | 25/03/2021 07:35
Marcas de sangue ficaram na calçada, onde a vítima parou para buscar socorro (Foto: Henrique Kawaminami)
Marcas de sangue ficaram na calçada, onde a vítima parou para buscar socorro (Foto: Henrique Kawaminami)

Morador do Bairro Estrela Dalva foi socorrer uma adolescente de 17 anos durante assalto no ponto de ônibus e acabou esfaqueado na cabeça, na região da testa. O caso aconteceu por volta das 5h30 desta quinta-feira (25), na Avenida Senhor do Bonfim, em Campo Grande.  A vítima foi socorrida pelos familiares e levada para o posto de saúde do Bairro Nova Bahia.

Conforme a mulher da vítima, de 32 anos, o marido havia acabado de tirar o carro da garagem e estacionar na rua, quando ouviu a adolescente pedir socorro do outro lado da via. “Ele foi ajudar e acabou esfaqueado na testa. Só escutei quando ele passou a gritar  o nome do meu irmão dizendo que havia sido esfaqueado”, contou. O ladrão não levou nada da garota, mas conseguiu roubar a mochila do morador com celular, carteira e documentos pessoais. Ele fugiu a pé.

Preocupada, a mulher da vítima disse que o marido ia para o trabalho, onde ainda está em estágio de experiência. “É complicado. Estou nervosa. Nós temos 3 filhos para sustentar. Você vai ajudar os outros e só se ferra”, disse chorando.

A adolescente contou para a equipe de reportagem que aguardava o ônibus no ponto, quando foi surpreendida pelo ladrão, armado com um canivete pequeno, dizendo: “Passa o celular”.

“Eu disse que não ia dar. Ele me puxou e me empurrou. Foi quando gritei socorro. O vizinho escutou e veio me ajudar, pedindo para ele me soltar. Ele correu atrás do bandido, mas acabou esfaqueado. Mesmo ferido com corte na cabeça, ele ainda correu atrás do suspeito, que conseguiu fugir levando a mochila dele”, contou a vítima. Depois do susto ela ligou para a mãe ir acompanhá-la no ponto. “Sempre tem assalto aqui nesse ponto de ônibus”, reclamou.

Ainda não há informação do estado de saúde do morador, que foi socorrido consciente e orientado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário