A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

25/11/2014 07:39

Moradores bloqueiam anel rodoviário e ameaçam fechar Afonso Pena

Renan Nucci e Francisco Júnior
Rodovia foi fechada por moradores de favela que são contrários à transferência proposta pela prefeitura. (Foto: Marcos Ermínio)Rodovia foi fechada por moradores de favela que são contrários à transferência proposta pela prefeitura. (Foto: Marcos Ermínio)
Moradores da favela querem a presença de um representante da prefeitura no local. (Foto: Marcos Ermínio)Moradores da favela querem a presença de um representante da prefeitura no local. (Foto: Marcos Ermínio)

Descontentes com a transferência para uma área nas imediações do Jardim Noroeste, aproximadamente 30 moradores da Favela Cidade de Deus, localizada aos fundos do Bairro Dom Antônio Barbosa, bloquearam o anel rodoviário, entre as saídas de Sidrolândia e de São Paulo. A rodovia BR-262, em frente ao lixão de Campo Grande, está bloqueada com pedaços de paus e fogo. Eles exigem a presença de um representante da prefeitura no local, sob ameaça de protestos que podem fechar a Avenida Afonso Pena.

Segundo Mariana Gonçalves e Rodrigo Santos, alguns dos líderes do movimento, a rodovia foi fechada por volta das 20h de ontem (24), em manifesto contra a mudança anunciada pela administração municipal, de que as famílias da Cidade de Deus serão removidas para outro lugar. Eles afirmam que podem aceitar a mudança, desde que os lotes do novo terreno sejam oficialmente registrados no nome dos ocupantes.

De acordo com o auxiliar de serviços gerais Valdir Aparecido, 28 anos, a situação na favela está caótica, pois há uma infestação de ratos, além de faltar água e luz no local. “Se está complicado pra gente que é grande, imagine para as crianças”, disse. O aposentado Valjecir Gomes, 62 anos, diz que as famílias precisam de uma moradia digna. “Queremos uma casa decente. De que adianta sair de uma favela para morar em outra?”, questiona.

Rodrigo e Mariana destacam que o grupo vai continuar na rodovia até que algum representante da prefeitura compareça para discutir os termos sobre a transferência. Caso as autoridades não se manifestem, o protesto vai seguir para a Avenida Afonso Pena, até à sede do administrativo municipal.

Rodrigo reforça que os moradores são irredutíveis quanto à questão da documentação dos lotes. Duas equipes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) interditaram o trânsito na região.



É uma vergonha!
Onde está o "Poder Público" para resguardar o direito sagrado de ir e vir do cidadão de bem, garantido pela Constituição dessa República de Bananas?
A polícia só desce a borracha Max, em bêbado...!
 
henrique luiz mayer nunes em 25/11/2014 11:03:04
Me desculpem mas isso já tá virando uma palhaçada, são pessoas que querem que tudo caia do céu, não trabalham querem tudo de graça e ainda atrapalham a vida dos que querem trabalhar e ter um vida digna graças ao trabalho e não graças ao governo, nestes casos sou a favor da policia descer a borracha.
 
Max em 25/11/2014 10:21:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions