ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Moradores continuam sem luz após ventania derrubar fios e árvores

Temporal de 57 km/h chegou a Campo Grande no fim da tarde deste domingo (3)

Por Gustavo Bonotto | 03/12/2023 19:50
Com fiação na calçada, moradores da Rua Brasília seguem no escuro desde às 16h30. (Foto: Direto das Ruas)
Com fiação na calçada, moradores da Rua Brasília seguem no escuro desde às 16h30. (Foto: Direto das Ruas)

O forte vento de 57 quilômetros por hora que atingiu Campo Grande, na tarde deste domingo (3), danificou a fiação e postes de distribuição elétrica no Bairro Jardim Imá. Moradores da Rua Brasília e Florianópolis, principais da região, relataram falta de luz e oscilação pelo canal Direto das Ruas.

"Há mais de 3 horas um cabo foi arrebentado e está no chão. Equipes da Energisa já estão fazendo reparos, mas esse incidente atrapalhou a rotina", disse o leitor e empresário Miguel Schultz, 31 anos.

Já na Rua Teresina, a duas quadras do ponto destacado por Miguel, a moradora Juliana dos Anjos de Oliveira, 37 de idade, teve a garagem destruída pela queda de uma árvore.

Portão de residência ficou destruído com queda de árvore. (Foto: Osmar Daniel)
Portão de residência ficou destruído com queda de árvore. (Foto: Osmar Daniel)

"Passou uns minutos, meu esposo veio desligar o alarme e encontrou os cabos de energia no chão e a árvore já tinha caído em cima da estrutura metálica que guardava nossos carros. Chovia bastante, fiquei com bastante medo. Mas foram apenas danos materiais. Graças a Deus", finalizou.

À reportagem, a concessionária Energisa informou, por meio de nota, que equipes estão em atendimento às chamadas, para o restabelecimento elétrico de forma segura, o mais rápido possível.

A empresa alertou que cabos caídos no solo podem estar energizados. A orientação de manter a distância. "Não se aproxime em hipótese alguma e acione a equipe responsável pelo 0800 722 7272", finalizou o texto.

Mudança no tempo - Conforme apurado pela reportagem, a mudança meteorológica no município foi registrada às 16h30, com chuvas que somaram 12 milímetros, segundo a estação automática do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Além da precipitação, 289 descargas elétricas foram notificadas pelo sistema do Climatempo.

Ainda segundo o Inmet, a onda de instabilidades deve persistir até a manhã desta segunda-feira (4), às 9h. "A atuação de uma área de baixa pressão atmosférica sobre o Paraguai favorece a formação de nuvens e chuvas no Estado. Pontualmente, podem ocorrer rajadas de vento que podem atingir 60 km/h", destacou o instituto.

Receba as principais notícias pelo celular. Clique aqui para entrar no canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias