A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017

06/08/2017 10:58

Moradores de área invadida temem por novo incêndio em barracos

Eles afirmam que incêndio foi criminoso, pois receberam ameaças pouco antes das chamas

Mirian Machado e Guilherme Henri
Morador mostrando área atingida pelas chamas (Foto: André Bittar)Morador mostrando área atingida pelas chamas (Foto: André Bittar)

Mais de 160 famílias enfrentaram um susto no fim da tarde de sábado (5) no Jardim Colibri II, em Campo Grande. O terreno que é invadido pegou fogo e as chamas atingiram quatro barracos. Eles afirmam que o incêndio foi criminoso.

Moradores relataram na manhã deste domingo (6) que o advogado do proprietário do terreno, que é particular, teria feito ameaças de atear fogo no local. “Ele disse pra tirar os idosos e crianças que ele ia jogar fogo aqui”, disse uma moradora que não quis se identificar.

Renato Ricardo Silva de 29 anos, que tem um barraco no local, mas distante de onde o fogo pegou, disse que ficou sabendo, mas não presenciou as ameaças. Ele relatou ainda que uma criança teria visto quando dois homens, um de camisa preta e o outro de camisa amarela, teria saído correndo do local e logo em seguida começou as chamas por volta das 17h30.

“A gente fica com medo e não sabemos o que pode acontecer e se eles vão atear fogo de novo”, lamentou Renato.
O proprietário do terreno conseguiu na justiça a reintegração de posse, porém os moradores devem recorrer dessa liminar para adiar essa data.

Hoje pela manhã alguns moradores foram registrar o boletim de ocorrência na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

Particular - O terreno invadido tem aproximadamente 39 mil metros quadrados e fica próximo à Rua Ângela Espíndola Queiroz, no bairro. A grande maioria dos moradores foi para a área fugindo do aluguel.

No entanto, o local pertence a João Pereira da Rosa que conseguiu na justiça a reintegração de posse. O prazo informado inicialmente pelos moradores era de que eles teriam que deixar o local até o último dia (02), no entanto, conforme apurado pela reportagem o prazo vence na próxima quinta-feira (09).

Embriagado, condutor fura interdição no Parque dos Poderes e é preso
O condutor Pedro João Torres, 57 anos, foi preso na tarde deste sábado depois de furar a interdição de ruas para lazer, no Parque dos Poderes, em Cam...
Mulher simula furto para enganar o marido e acaba autuada por crime
Uma mulher de 21 anos, moradora no Bairro Nova Lima, em Campo Grande, foi autuada por falsa comunicação de crime neste sábado (23). Ela mentiu que ha...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions