ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, TERÇA  25    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Motorista embriagado que atropelou adolescente vai responder 3 processos

Por Paula Vitorino | 10/03/2012 16:53
Com o impacto da batida, o para-brisa do veículo ficou trincado e com marca de sangue. (Foto: Marlon Ganassin)
Com o impacto da batida, o para-brisa do veículo ficou trincado e com marca de sangue. (Foto: Marlon Ganassin)

O motorista que atropelou um adolescente na manhã de hoje, Valdir Rozeno de Souza, de 48 anos, vai responder na Justiça pelos crimes de dirigir embriagado, evasão do local de acidente e lesão corporal culposa, com causa de aumento de pena por não ter prestado socorro a vítima e não possuir CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

No entanto, ele vai esperar o julgamento em liberdade e não vai precisar pagar fiança, já que não foi preso em flagrante e nenhum dos crimes tem pena superior a dois anos.

Visivelmente embriagado, ele dirigia um Kadett nesta manhã quando atropelou um menino de 16 anos no bairro Iracy Coelho, em Campo Grande. O adolescente teve corte na cabeça e foi levado para a unidade de saúde do Coronel Antonino.

Valdir tentou fugir do local e desacatou os policiais militares. Ele foi detido e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

A delegada Franciele Candotti Santana explicou que Valdir foi detido para prestar esclarecimentos, pois no momento em que foi preso não tinha condições de prestar depoimento sob efeito do álcool.

Ele deve ser solto ainda hoje após prestar esclarecimentos e assinar termo de compromisso.

Valdir se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas irá responder por dirigir embriagado porque seu estado de embriaguez era visível. A delegada explica que ele só não irá responder por desacato porque estava embriagado e a lei entende que o autor precisa estar consciente para ter noção do cargo da pessoa.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário