ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SÁBADO  05    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Motorista que matou esposa também assassinou homem com 13 facadas, em 2013

Por Renan Nucci | 02/03/2015 10:19
Mulher foi morta a tiros pelo marido ao pedir ajuda em casa na Rua Abrão Anache. (Foto: Marcos Ermínio)
Mulher foi morta a tiros pelo marido ao pedir ajuda em casa na Rua Abrão Anache. (Foto: Marcos Ermínio)

Acusado de matar a esposa Suellen Pereira da Costa, 28 anos, no último dia 22, no Jardim Anache, o motorista Roberto César Pereira Oliveira, 32 anos, responde por outro homicídio em Campo Grande. No dia 30 de novembro de 2013 ele assassinou com 13 facadas o auxiliar de serviços Ricardo Martins Fagundes, 36 anos, após uma briga por causa de ciúmes no mesmo bairro.

De acordo com a polícia, Orivaldo Costa Ribeiro, 38 anos, amigo de Roberto, assediou a mulher da vítima durante festa na Rua Serrão, dando início a uma confusão. Orivaldo e Ricardo entraram em luta corporal e foram parar na rua, onde o motorista se armou com uma faca e desferiu os golpes, atingindo o auxiliar no tórax, braço e costas. Após o crime a dupla fugiu.

Violência doméstica - O autor respondia em liberdade. Pessoa violenta, ele agredia com frequência a esposa desde o início da união. Depois do homicídio cometido pelo marido, Suellen passou a temê-lo ainda mais, e só não se separava porque ele a ameaçava, disse a família durante velório.

O desfecho da relação foi o pior possível. Na noite do dia 22, o casal se desentendeu e Suellen foi esfaqueada nas costas. Ela correu até uma casa na Rua Abrão Anche, onde pediu socorro. Enquanto era amparada pelos moradores, o homem chegou, pediu licença e a matou a tiros, fugindo em seguida. “Vou matá-la ela e ela sabe porque”, teria dito o assassino na ocasião.

Além destes dois crimes, Roberto também já parou na delegacia por lesão corporal dolosa, depois de agredir violentamente a mãe de seu filho de dez anos, mulher com quem foi casado antes de Suellen. O autor é procurado pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). No dia 26 de fevereiro a Justiça expediu mandado de prisão.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário