A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

08/06/2019 09:14

Motorista rendido em roubo sai de porta-malas e tenta imobilizar ladrão

Motorista de aplicativo, de 25 anos, foi rendido em assalto; na fuga, assaltante foi surpreendido e perdeu controle do veículo

Silvia Frias e Viviane Oliveira
Carro ficou destruído na colisão com árvore (Foto: Henrique Kawaminami)Carro ficou destruído na colisão com árvore (Foto: Henrique Kawaminami)

O assalto a um motorista de aplicativo foi descoberto após acidente na manhã deste sábado (8), em que o condutor de veículo VW Gol perdeu controle da direção, subiu canteiro e bateu em uma árvore, em Campo Grande. A colisão teria acontecido depois que a vítima tentou imobilizar um dos assaltantes.

O acidente aconteceu por volta das 8h na Rua Dom Antônio Barbosa, prolongamento da Avenida Euler de Azevedo, na saída para Rochedo, sentido centro-bairro. Um dos suspeitos foi preso e o outro conseguiu fugir.

A PM (Polícia Militar) não repassou as circunstâncias do roubo sofrido pelo motorista de aplicativo, de 25 anos.

Acidente mobilizou pelo menos cinco ambulâncias (Foto: Henrique Kawaminami)Acidente mobilizou pelo menos cinco ambulâncias (Foto: Henrique Kawaminami)

O comerciante Reinaldo Jeferson Rodrigues da Silva, 61 anos, testemunhou quando o carro subiu no canteiro, em alta velocidade. Ele viu quando um dos suspeitos, o que estava dirigindo, fugiu correndo. Ele foi socorrer o motorista de aplicativo, que saiu pelo porta-malas.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o suspeito teria perdido controle do veículo depois que foi surpreendido pela vítima, que conseguiu passar do porta-malas para o banco traseiro do carro e o agarrou pelo pescoço.

No carro, não foi encontrada arma e acredita-se que o outro suspeito tenha levado ou jogado nas imediações. A vítima foi encaminhada à Santa Casa. O suspeito permanece no local, sendo atendido. Ele repassou nome aos bombeiros que não foi encontrado no sistema de identificação.

O acidente mobilizou pelo menos cinco ambulâncias do Corpo de Bombeiros e Samu, já que a primeira informação era de que quatro pessoas haviam ficado feridas na colisão.

O pai da vítima chegou ao local e acompanhou o atendimento. Segundo ele, o filho trabalha como motorista de aplicativo há dois anos, sempre no período da noite. O homem acredita que os assaltantes ficaram horas com a vítima, já que o rapaz não costuma virar a noite no trabalho.

Motorista de aplicativo e um dos suspeitos receberam atendimento (Foto: Henrique Kawaminami)Motorista de aplicativo e um dos suspeitos receberam atendimento (Foto: Henrique Kawaminami)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions