A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/11/2014 16:34

MPE quer que prefeitura abra fila especial a idosos em postos de saúde

Lidiane Kober e Alan Diógenes
Antônio comemorou a boa saúde, caso contrário, estaria lascado (Foto: Pedro Peralta)Antônio comemorou a boa saúde, caso contrário, estaria "lascado" (Foto: Pedro Peralta)

Diante de queixas de usuários, o MPE (Ministério Público Estadual) recomendou à Prefeitura de Campo Grande para abrir filas preferenciais aos idosos nos estabelecimentos de saúde vinculados ao SUS (Sistema Único de Saúde).

O tema está em investigação na 44ª Promotoria de Justiça desde 3 de setembro de 2012. Na data, chegou ao MPE denúncia sobre a “falta de fila e/ou senha específica para pessoas idosas no Posto de Saúde do Bairro Buriti”.

Em busca de mais informações, a promotoria encaminhou ofício à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). Em resposta, a pasta informou que “as gerências são constantemente orientadas quanto à necessidade de priorizar o atendimento aos pacientes idosos, durante o agendamento e realização de consultas e exames na rede”.

A posição da Sesau, porém, não foi suficiente e, nesta quinta-feira (13), o MPE oficializou recomendação para abrir as filas preferenciais. “Que reúna os responsáveis por todos os estabelecimentos de saúde vinculados ao SUS, a fim de determinar que cumpram os ditames legais referentes ao atendimento preferencial à pessoa idosa, conforme artigo 3º, I, do Estatuto do Idoso”, determinou a promotora Cristiane Barreto Nogueira Rizkallah.

De acordo com a assessoria de imprensa da Sesau, a pasta ainda não foi notificada. Na mesma recomendação, o MPE informa aguardar 30 dias por uma resposta da prefeitura.

Ainda segundo a assessoria, a Sesau “a princípio, cumpre a recomendação”. “O idoso tem prioridade, inclusive, conta com programas direcionados para, por exemplo, hipertensos e diabéticos e essa consultas tem hora marcada”, destacou a assessoria.

Para Olívio, o idoso não tem mais paciência de esperar nas filas (Foto: Pedro Peralta)Para Olívio, o idoso não tem mais paciência de esperar nas filas (Foto: Pedro Peralta)
Olga acha que quem tem dinheiro consegue ser atendido mais rápido (Foto: Pedro Peralta)Olga acha que quem tem dinheiro consegue ser atendido mais rápido (Foto: Pedro Peralta)

A equipe, porém, admitiu que nas unidade de saúde 24 horas, como as UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento), a preferência leva em conta “classificação de risco” do paciente. “Essas unidades são de urgência e emergência”, frisou a assessoria.

Mais queixas – Os usuários, contudo, cobram os seus direitos até nas UPAs. “No banco, mercado, farmácia e para comprar passagens temos prioridade, por que na saúde, que é o principal, não temos?", indagou o aposentado Antônio Serizea, de 70 anos. “Tinha que ter carteirinha do idoso para entrar nos postos de saúde também", emendou.

Para ele, os políticos precisam cumprir o que prometem. “A saúde está precária no Brasil, se os governantes fizessem a metade do que eles prometem estava perfeito", analisou. "Graças a Deus que eu tenho uma boa saúde, se não tivesse estava lascado", finalizou.

O assistente técnico Olívio Pereira, de 61 anos, aplaudiu a medida do MPE. “Os idosos não tem mais paciência de ficar esperando, eu mesmo só vou ao posto quando estou muito doente”, justificou. Nesta quinta, ele esperou por mais de uma hora atendimento na UPA do Bairro Coronel Antonino.

Já Olga Esperança Duarte, de 59 anos, disse que “quem tem dinheiro consegue ser atendido mais rápido que os idosos. "As pessoas idosas já chegam com várias complicações e ainda tem que ficar aguardando", lamentou.

MP apura irregularidades em associação que cuida de idosos
O promotor de Justiça Allan Thiago Barbosa Arakaki ajuizou ação para apurar má gestão na Acovale (Associação Comunitária Vale da Benção), em Santa Ri...
Ministério Público pede que Unimed suspenda reajuste em planos de idosos
O MPE (Ministério Público do Estado) de Mato Grosso do Sul deu 30 dias à Unimed Campo Grande e Três Lagoas, município a 338 km da Capital, para que e...
MPE abre 34 processos para investigar situação de risco de crianças e idosos
Com base em denúncias ao Disque-100 da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, o MPE (Ministério Público Estadual) abriu 34 proce...


Porque a prefeitura insiste em filas com senhas? Como se todo mundo é aposentado ou não trabalha? Como se todo mundo tem tempo para gastar horas esperando. Copia logo o que ocorre na rede privada: se tiver algo, liga para o posto e agenda. Ai, é só aparecer na hora marcada. Obviamente que pode atrasar um pouco (na rede particular você agenda e é atendida meia hora, pelo menos, depois da hora marcada...), mas pelo menos ninguém gasta HORAS na fila, o que é totalmente desnecessário.
 
Marc em 13/11/2014 19:47:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions