A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/01/2016 11:38

MS confirma R$ 6,5 milhões para 2 mil bolsistas do Vale Universidade

Natalia Yahn
A governadora, em exercício, Rose Modesto durante solenidade na manhã de hoje (28), na Capital. (Foto: Divulgação)A governadora, em exercício, Rose Modesto durante solenidade na manhã de hoje (28), na Capital. (Foto: Divulgação)

O Programa Vale Universidade, mantido pelo Governo do Estado, terá investimento anual de R$ 6,5 milhões para os 2 mil acadêmicos beneficiados em Mato Grosso do Sul. A governadora, em exercício, Rose Modesto (PSDB), confirmou a manutenção do programa na manhã de hoje (28) durante anúncio do processo seletivo verão 2016, que oferece 500 vagas.

Para participar do programa o estudante precisa confirmar renda individual igual ou inferior a R$ 1.448 e renda familiar mensal de até R$ 2.896. Além de outras exigências quem for classificado precisa realizar estágio com cargo horária de até 20 horas semanais. A bolsa e o estágio são renovados a cada seis meses, até o fim do curso.

A acadêmica do terceiro ano de serviço social Evelyn Costa de Oliveira, 19 anos, estuda em uma universidade particular de Campo Grande. Ela afirma que não teria condições de fazer uma faculdade, caso não recebesse o Vale Universidade. “Eu pago 10% do curso, que são R$ 123. Mesmo assim é uma grande ajuda, pois minha família não teria como custear a faculdade para mim. Além disso, faço estágio no programa, no Vale Universidade Indígena. Já atuo na minha área mesmo, e isso é ótimo”.

O projeto auxilia estudantes de baixa renda a cursar o ensino superior. Nas universidades particulares o governo custeia 90% do valor da mensalidade, e nas públicas o valor é calculado de acordo com o curso e o repasse é feito diretamente para o estudante. Em todo o Estado são 16 instituições, quatro delas públicas – UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) e UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

Do total de vagas do programa 120 são para acadêmicos indígenas. “Quando assumimos o governo apenas 33 indígenas usavam as bolsas, agora são 90. Mas queremos que todas as vagas sejam preenchidas”, disse Rose Modesto.

As inscrições para o programa começam no dia 1° de fevereiro e seguem até 1° de março, e podem ser feitas no site Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho) – clique aqui para acessar. O resultado deve ser divulgado no dia 3 de março.

Governadora em exercício anuncia vagas do Vale Universidade, nesta quinta-feira
A governadora do Estado, em exercício, Rose Modesto (PSDB), anuncia, nesta quinta-feira (28), 500 vagas para o processo seletivo verão 2016 do Progra...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions