A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

18/11/2014 06:39

Mulher de traficante que participou da morte de PM é presa com droga e munições

Renan Nucci

Adelaine Silva de Araújo, 20 anos, foi presa no final da tarde de ontem (17) por uma equipe da Polícia Militar de Campo Grande, acusada de tráfico de drogas. Ela foi flagrada com pasta base de cocaína, cocaína e munições, que estavam escondidas sob o banco de uma moto e também na cozinha, atrás do fogão, e entre alimentos como arroz e açúcar.

A mulher é esposa de Moisés Ereno Maia Júnior, mais conhecido como “Bafo”, traficante que participou do roubo que resultou na morte do policial militar Rony Mayckon Varoni de Moura Silva, 28 anos, em junho deste ano. Ele está preso na Penitenciária de Segurança Máxima da Capital.

Durantes rondas, os policiais se depararam com Adelaine sentada em frente à casa onde mora na Rua Expedicionário Jardim Chagas, no Aero Rancho. Ao notar a presença da viatura, ela demonstrou certo nervosismo e tentou correr para dentro do imóvel, levantando suspeita dos policiais.

A mulher foi abordada e disse que ficou nervosa porque era esposa de “Bafo”, e que o marido estava preso por tráfico. Dentro da casa os policiais fizeram buscas e encontraram duas porções de pasta base de cocaína escondidas sob o banco de uma motocicleta Honda CG Titan KS. A mulher negou haver outros materiais ilícitos no local, mas a polícia continuou com as buscas.

Na cozinha, dentro de recipientes que armazenavam arroz e açúcar, os policiais apreenderam papelotes de cocaína. Atrás do fogão havia 20 munições calibre .44. Adelaine recebeu voz de prisão e foi encaminhada à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga. Os objetos apreendidos foram recolhidos e levados para a Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico).

Morte do PM – O marido de Adelaine, Bafo, participou do crime que vitimou o policial Rony, que trabalhava no Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança), em junho. No dia do fato, o policial militar dirigia a Volkswagen Saveiro, placas HSG-4208, junto com um colega cabo da Polícia Militar. Eles foram cercados por duas motocicletas ocupadas por quatro homens, na rotatória da BR-262, saída para Aquidauana. Eles mataram o policial a tiros para roubar um malote com R$ 20 mil, mas acabaram fugindo sem nada.

Detento é flagrado com droga na Máxima e acaba autuado por tráfico qualificado
Alexandre Arcorverde dos Santos, 30 anos, foi autuado por tráfico de drogas na manhã de ontem (04), após ser flagrando com maconha na Penitenciária d...
“Sou vítima de cruel e desumano erro processual”, diz condenado por tráfico
Condenado pelos crimes de tráfico de entorpecentes,associação para o tráfico e ocultação de bens provenientes do tráfico de entorpecente, Aldo José M...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions