A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

04/02/2016 14:52

Mulher é internada na Capital com suspeita de síndrome associada ao zika

Ricardo Campos Jr.

Uma mulher de Paranaíba, a 422 quilômetros de Campo Grande, está internada no Hospital Universitário de Campo Grande desde a terça-feira (2) com suspeita de Síndrome de Guillain-Barré associada ao zika vírus. Segundo informações do site Tribuna Livre, Janecler Nunes da Silva, 33 anos, respira com ajuda de aparelhos e perdeu a fala.

O cunhado da paciente, Renato Mendes, disse ao jornal local que a equipe médica está aguardando o resultado de exames para indicar o melhor tratamento. A dificuldade é a baixa quantidade de pesquisas sobre a doença, suas consequências e ligações com o problema autoimune.

Parentes de Janecler relatam que ela começou a apresentar sintomas de dengue há 15 dias, como febre e dores nas juntas. No fim da semana passada ela apresentou dormência nas mãos, procurou o hospital, foi medicada e liberada.

No dia 29 de janeiro, o quadro se agravou e ela já não conseguiu mais trabalhar. Dois dias depois, teve dormência na perna e caiu durante o banho por fraqueza. No dia 1º de fevereiro, já não sentia mãos e pés e foi levada pelo Corpo de Bombeiros para a Santa Casa.

A paciente também apresentou vermelhidão e foi levada para a UTI às 20h de ontem, já na Capital.

Na Síndrome de Guillain-Barré, o sistema imunológico ataca a estrutura que protege as células nervosas, provocando formigamentos e falhas nos movimentos e outras funções do corpo.

O Campo Grande News entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde e com o médico infectologista do HU Maurício Pompílio, que disseram desconhecer o caso da paciente.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions