A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Fevereiro de 2019

04/02/2016 14:52

Mulher é internada na Capital com suspeita de síndrome associada ao zika

Ricardo Campos Jr.

Uma mulher de Paranaíba, a 422 quilômetros de Campo Grande, está internada no Hospital Universitário de Campo Grande desde a terça-feira (2) com suspeita de Síndrome de Guillain-Barré associada ao zika vírus. Segundo informações do site Tribuna Livre, Janecler Nunes da Silva, 33 anos, respira com ajuda de aparelhos e perdeu a fala.

O cunhado da paciente, Renato Mendes, disse ao jornal local que a equipe médica está aguardando o resultado de exames para indicar o melhor tratamento. A dificuldade é a baixa quantidade de pesquisas sobre a doença, suas consequências e ligações com o problema autoimune.

Parentes de Janecler relatam que ela começou a apresentar sintomas de dengue há 15 dias, como febre e dores nas juntas. No fim da semana passada ela apresentou dormência nas mãos, procurou o hospital, foi medicada e liberada.

No dia 29 de janeiro, o quadro se agravou e ela já não conseguiu mais trabalhar. Dois dias depois, teve dormência na perna e caiu durante o banho por fraqueza. No dia 1º de fevereiro, já não sentia mãos e pés e foi levada pelo Corpo de Bombeiros para a Santa Casa.

A paciente também apresentou vermelhidão e foi levada para a UTI às 20h de ontem, já na Capital.

Na Síndrome de Guillain-Barré, o sistema imunológico ataca a estrutura que protege as células nervosas, provocando formigamentos e falhas nos movimentos e outras funções do corpo.

O Campo Grande News entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde e com o médico infectologista do HU Maurício Pompílio, que disseram desconhecer o caso da paciente.

Instituto cobra verbas e diz que em três anos pode ter vacina contra zika
Em três anos, pode ser disponibilizada a vacina contra o vírus zika no Brasil, afirmou o presidente do Butantan, Jorge Kalil. No entanto, segundo o p...
“Conheço coronéis”, ameaça advogado preso por desacatar PMs
Um advogado, de 27 anos, identificado como Felipe da Silva Oliveira, foi preso por segundo equipe do Batalhão de Choque desacatar os policiais milita...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions