A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

26/01/2012 12:25

Sem denúncia da mulher após agressão, policial militar fica solto

Francisco Júnior

Vítima foi levada para o CRS (Centro Regional de Saúde) do bairro Tiradentes. Corporação abriu sindicância sobre o caso

Mulher teve que ser levada para o CRS (Centro Regional de Saúde) do bairro Tiradentes. (Foto: Simão Nogueira)Mulher teve que ser levada para o CRS (Centro Regional de Saúde) do bairro Tiradentes. (Foto: Simão Nogueira)

O policial militar que agrediu a esposa durante uma briga na casa do casal, no Jardim Noroeste, região leste de Campo Grande, não chegou a ficar preso. A mulher dele, de 22 anos, não quis representar contra ele denunciando a agressão física.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, um procedimento será instaurado para apurar a conduta disciplinar do policial, identificado apenas pelo nome de Hudson, no incidente.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a jovem teve hematomas no braço e na perna esquerda, e reclamava de dores na barriga, já que passou por uma cesariana há pouco tempo. O casal tem um filho recém nascido, que seguiu na viatura dos bombeiros com a mãe.

A vítima foi levada para o CRS (Centro Regional de Saúde) do bairro Tiradentes.

O desentendimento teria acontecido após o militar pedir divórcio e a esposa não aceitar. Ele, que é lotado na Cia de Guarda, permaneceu no local e aguardou a chegada da Polícia.



ELA não denunçia pelo simples fato de ele ser um poliçial,que deveria dar o exemplo,MARIA DA PENHA NELE.
 
joel tabosa em 26/01/2012 07:31:28
Isto chama-se MEDO E falta de FÉ na justiça. Como ela tem milhares por esse Brasil afora....
 
Elinete Ricartes em 26/01/2012 01:34:52
é complicado ! o servidor deveria dar exemplo . COMPROMETE a credibilidade
 
janilson cavalcante em 26/01/2012 01:14:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions