A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

15/11/2018 07:58

Mulher suspeita de golpe em lojas de materiais de construção é presa

Compras eram feitas pela internet com documentos falsos; uma comparsa já foi identificada

Guilherme Henri e Bruna Pasche

Pelo menos duas mulheres são suspeitas de aplicar golpes em lojas de materiais de construção em Campo Grande. Uma delas, Saiara Gonçalves, 23 anos, foi presa ontem (15) em flagrante pela Polícia Militar enquanto acompanhava um carregamento. A comparsa de 35 anos – que não teve o nome divulgado - ainda não foi encontrada.

Conforme o delegado Antônio Souza Ribas, as mulheres compravam diversos materiais de construção e até ar condicionado pela internet usando documentos falsos. Quando o caminhão da empresa saia para fazer a entrega, Saiara o acompanhava até uma construção onde ela apresentava documentação falsa e todo o material era descarregado. Em seguida, a suspeita levava os materiais para a casa da comparsa.

“Elas foram encontradas depois que o funcionária de uma das lojas vítimas desconfiou da documentação apresentada pela internet e resolveu ligar para o comprador. Pelo telefone, a outra vítima disse que desconhecia tal compra”, detalhou o delegado.

Na sequência, policiais disfarçados acompanharam o carregamento. Saiara foi presa em flagrante quando apresentava os documentos falsos para a entrega, na Rua Santos Dumont, perto da Avenida Três Barras.

“Ela contou toda a história para policiais militares mas, na delegacia ficou em silêncio e disse que falaria apenas na presença de um advogado”, disse o delegado.

Investigação – Segundo o delegado Antônio, o prejuízo ainda não foi calculado. Por enquanto, a polícia identificou uma loja de materiais de construção vítima do golpe, porém a suspeita é mais empresas foram alvo das suspeitas.

“Não sabemos há quanto tempo agiam. A princípio conseguimos levantar que a comparsa de Saiara mantém casa aqui, mas é de fora. Além disso, a principal suspeita é que elas revendiam estes materiais”, explicou o delegado.

Ainda segundo Antônio, na casa de Saiara a polícia encontrou alguns aparelhos eletrônicos, que podem ter sido entregues a suspeita como forma de pagamento por aplicar o golpe.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions