A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/10/2015 13:08

Mulher vítima de violência ganha novo espaço de recuperação

Antonio Marques
O novo Ceam foi inaugurado hoje na região central da Capital e o Governo pretende ampliar o atendimento às mulheres (Foto: Marcos Ermínio)O novo Ceam foi inaugurado hoje na região central da Capital e o Governo pretende ampliar o atendimento às mulheres (Foto: Marcos Ermínio)

Com o objetivo de ampliar o atendimento continuado às mulheres vítimas de violência, o governo do Estado inaugurou, na manhã de hoje o novo Ceam (Centro Especializado de Atendimento à Mulher em Situação de Violência) na região central de Campo Grande. Funcionando desde julho em espaço mais amplo, o Centro mais que dobrou a capacidade de atendimento nos últimos meses, chegando a 270 mulheres atendidas em setembro passado.

Durante o evento, que contou com participação de diversas autoridades do Estado, a subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja Roca, lembrou que a parceria entre o Centro e a Casa da Mulher Brasileira é fundamental para a recuperação da mulher que sofre violência. A mulher recebe o primeiro atendimento na Casa e depois é encaminhada ao Ceam para o acompanhamento psicossocial.

Luciana Azambuja disse que em junho e julho passados, ainda no antigo prédio do Ceam, eram atendidas entre 100 a 120 mulheres, porém com a mudança de local esse número passou para 260 a 270 nos meses de agosto e setembro. Ela lembrou a necessidade de novas parcerias para recebimento de doações de empresas e instituições para a manutenção das atividades no espaço.

O Ceam oferecerá atendimento psicossocial às mulheres que sofreram violência, incluindo psicoterapia. Terá ainda espaços elaborados para terapia individual, terapia em grupo, triagem psicossocial, oficinas de trabalho, palestras e reuniões. Também vai incluir o atendimento às crianças que acompanham as mães e, em muito casos, também são vítimas.

Por isso, o local conta com uma brinquedoteca para as atividades de acolhimento às crianças e também uma biblioteca feminista, com obras de autores renomados. Para evitar enterromper o acompanhamento e incentivar as mulheres a procurarem o atendimento, o diretor-presidente da Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso Sul), Wilton Acosta, se comprometeu em oferecer o vale transporte às mulheres.

A delegada Marília de Brito Martins, da Delegacia de Atendimento à Mulher, lembrou que o lugar é importante para preparar o fortalecimento da mulher vítima para romper o ciclo de violência. Ela lembrou em neste ano foram registrado 5.200 boletins de ocorrência, 3.000 atendimentos no órgão e foram feitas cerca de 600 prisões de autores de crimes contra a mulher.

A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) lembrou da importância do Ceam para Campo Grande, considerando os dados lamentáveis que colocam Mato Grosso do Sul entre os estados de maior violência contra a mulher no país. “É o segundo do Brasil no índice de estupro à mulheres e crianças”, disse ela, referindo-se ao levantamento do 9º Anuário da Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça, com dados de 2014.

Para a primeira dama do Estado, Fátima Azambuja, o novo Centro representa a preocupação e dedicação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) em priorizar ações de atendimento humano. “Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas neste início de governo, hoje estamos inaugurando este espaço novo e amplo de acolhida às mulheres em situação de violência”, destacou ela, justificando a ausência do governador em razão de estar cumprindo agenda no interior.

A vice-governadora Rose Modesto também seguiu a mesma linha de discurso, destacando o compromisso do governo em buscar melhorar o tratamento humano. “Temos a consciência de que nesta área não se pode ficar parado. Enquanto estamos aqui, lamentavelmente milhares de mulheres estão sofrendo violência em nosso país”, alertou.

O novo espaço do Ceam está localizado à Rua Pedro Celestino, 437, no centro da Capital, a 100 metros da Avenida Fernando Corrêa da Costa, sentido bairro. O telefone de contato é 3361-7519. O horário de atendimento é das 7h30 às 17h30, sem fechar para almoço. As mulheres em situação de violência também podem ligar para o disque denúncia 180. 

Primeira dama e vice-governadora participam  do descerramento da faixa de inauguração do novo Ceam (Foto: Marcos Ermínio)Primeira dama e vice-governadora participam do descerramento da faixa de inauguração do novo Ceam (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions