A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

30/06/2016 08:26

Na Capital, um a cada quatro adultos é hipertenso, segundo Ministério

Fernanda Mathias
Na Capital, 25% são hipertensos, o oitavo maior índice entre as capitais brasileiras (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Na Capital, 25% são hipertensos, o oitavo maior índice entre as capitais brasileiras (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Em Campo Grande um a cada quatro adultos, com mais de 18 anos, apresenta problemas de hipertensão arterial, revela o estudo Vigitel ( Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por Inquérito Telefônico), do Ministério da Saúde. O excesso de sódio é um dos principais fatores associados à doença, que acomete na Capital 25,2% da população, o oitavo maior índice entre as capitais.

Apesar de o número de hipertensos ser elevado, está praticamente estável desde o inquérito de 2007.

Nesta quarta-feira (29) o Ministério da Saúde divulgou resultado do acordo entre o Ministério da Saúde e a Associação das Indústrias da Alimentação que possibilitou a retirada de 14.893 toneladas de sódio dos produtos alimentícios no País. A redução equivale a 3.723 caminhões de 10 toneladas carregados de sal. O total preencheria mais de 52 km de uma estrada com todos os caminhões alinhados.

A meta é que, até 2020, as indústrias do setor promovam a retirada voluntária de 28.562 toneladas de sal do mercado brasileiro. “Observamos redução de 33% nos últimos seis anos nas internações por hipertensão. Não temos dúvidas que já é resultado das nossas ações de promoção à saúde, hábitos saudáveis, ampliação da assistência e a redução de sal no alimentos processados”, comemorou o ministro da saúde Ricardo Barros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions