ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Na delegacia, suspeito de estuprar paciente entrou em contradição

Homem, de aproximadamente 50 anos, foi indiciado por estupro de vulnerável

Por Liniker Ribeiro e Ana Paula Chuva | 18/02/2021 18:40
Vítima de estupro reconheceu suspeito, na tarde desta quinta-feira, na DEAM (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Vítima de estupro reconheceu suspeito, na tarde desta quinta-feira, na DEAM (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Depois de ser reconhecido por mulher, de 36 anos, o técnico de enfermagem, de aproximadamente, 50 anos, suspeito de estupro em noite de plantão no Hospital Regional, negou o crime à polícia. Porém, entrou em contradição durante depoimento.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Maira Pacheco Machado, ele disse que nunca teve contato com a jovem, mas foi desmentido por registros do Hospital.

“A partir do reconhecimento dela, não só através da característica física e dos óculos, mas também da voz, ela não teve dúvidas e fizemos o indiciamento dele. Mas ele negou autoria e até mesmo ter tido contato com a vítima”, revelou a delegada.

Entretanto, segundo Maira, relatos de testemunhas indicam que o funcionário fez, inclusivem, o controle da medicação da vítima, na ocasião.

O suspeito foi indiciado por estupro de vulnerável, mas responderá em liberdade. Ainda falta o resultado do laudo das roupas que a jovem usava no hospital e o depoimento de outras duas pessoas.

“É ele” – Sobre a vítima ter reconhecido o suspeito, a delegada explica que tudo aconteceu em sala especial da DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

“Os dois suspeitos estavam lá, haviam sido intimados, e convidamos a vítima para reconhecer um dele. Foram colocados em sala especial e, lado a lado. Ela não teve dúvidas em reconhecer um deles”, comentou.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário