A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/09/2012 17:37

Negada liberdade a rapaz que matou outro com 12 facadas por causa de R$ 5

Nadyenka Castro

Assassino confesso disse que pediu à vítima desconto em papelotes de droga e como não teve resposta positiva, matou

Preso desde junho deste ano por homicídio, Daniel Ferreira de Oliveira, o Magrão, teve o pedido de habeas corpus negado em caráter liminar. A negativa foi do desembargador Dorival Moreira dos Santos, da 1ª Câmara Criminal.

Daniel é assassino confesso de Júlio Cesar de Queiroz, de 27 anos, encontrado morto na área central de Campo Grande na madrugada do dia 12 de abril. Ele se entregou em junho e desde então está preso.

Na época, Daniel declarou à Polícia Civil que matou Júlio Cesar com 12 facadas após discussão por causa de R$ 5. Na versão do acusado, ele foi comprar papelotes de droga com a vítima e esta cobrou R$ 20. Ele não aceitou o preço e queria levar por R$ 15.

Após a discussão, Daniel saiu do local e matou Júlio Cesar minutos depois. O acusado disse à Polícia que depois do crime passou a ser ameaçado de morte por amigos da vítima.

O pedido de habeas corpus de Daniel será analisado agora pelos demais desembargadores da 1ª Câmara Criminal. Eles podem manter a decisão em caráter liminar ou conceder liberdade.

Homem é assassinado a facadas na área central de Campo Grande
De acordo com a Polícia, ele é morador de rua e usuário de drogasUm homem foi assassinado a facadas por volta das 3 horas desta quinta-feira, na áre...
EMHA suspende atendimento ao público para capacitação de funcionários
O atendimento ao público será suspenso nesta sexta-feira (15) na EMHA (Agência Municipal de Habitação). Segundo a assessoria de comunicação da prefei...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions