A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

02/08/2019 06:58

No 2º sequestro da semana, pai e filho de 7 anos ficam reféns por 6 horas

Crime aconteceu na semana que quadrilha especializada em sequestros e roubos de veículos foi identificada

Anahi Zurutuza e Mirian Machado
Familiares de empresário foram para a frente da Defurv esperá-lo (Foto: Henrique Kawaminami)Familiares de empresário foram para a frente da Defurv esperá-lo (Foto: Henrique Kawaminami)

Empresário de 60 anos e o filho dele, de 7, foram sequestrados no estacionamento de uma farmácia no Bairro Chácara Cachoeira, por volta da meia-noite desta quinta-feira (1º), e só foram libertados por volta das 6h30 de hoje.

Depois de passarem ao menos 6 horas reféns de bandidos, as vítimas foram encontradas do outro lado da cidade, na região do Núcleo Habitacional Buriti, que fica cerca de 10 quilômetros distante do local do sequestro. Bandidos levaram o Fiat Toro que o homem conduzia.

Ainda não há detalhes sobre como foram as horas em que pai e filho passaram em cárcere. A polícia está na rua na tentativa de localizar os assaltantes.

A mulher do empresário, de 40 anos, conta que estranhou quando o marido demorou para voltar e decidiu sair para procurá-lo. Na farmácia, ela viu uma viatura da polícia e desceu para perguntar o que havia acontecido. 

Conforme narrou a esposa, funcionários do estabelecimento haviam chamado a PM porque viram um cliente ser abordado por três homens armados. "Fiquei sabendo agora que soltaram eles, mas não sei mais de nada", disse ao Campo Grande News

Ela e outros sete familiares das vítimas aguardam a chegada de pai e filho em frente a Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos), que deve registrar o caso.

Estacionamento da farmácia onde vítima foi abordada por bandidos (Foto: Viviane Oliveira)Estacionamento da farmácia onde vítima foi abordada por bandidos (Foto: Viviane Oliveira)

Há 3 dias - Este é o segundo sequestro nesta semana. Na noite de terça-feira (30), uma advogada foi abordada próximo a restaurante no Jardim dos Estados, por volta das 22h. Ele foi levada para cárcere no Bairro Indubrasil, mas resgatada por policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar cerca de três horas depois.

Dois bandidos morreram em troca de tiros e outros dois foram presos. Na investigação, o veículo dela, uma SUV Toyota, foi encontrado em posto de combustíveis na Avenida Duque de Caxias, com a dupla que levaria o carro para Corumbá e acabou presa.

A Defurv já investigava uma série de sequestros em Campo Grande e identificou ao menos 15 integrantes de quadrilha.

Os roubos eram encomendados por dois internos do sistema prisional que tiveram somente as iniciais divulgadas: R.F.S, 30 anos, e H.Z.F, 36 anos. Porém, a comunicação entre eles e o restante da quadrilha, assim como a responsabilidade pelo cárcere das vítimas e outras atividades do bando, como tráfico de droga recaíram sobre três mulheres: Fernanda Tomé de Oliveira, 23 anos, Gislaine Chevalier Ribeiro de Almeida, 32 anos, e Jessyka Midyan Delgado Manoel, 27 anos.

As “gerentes” do bando também foram presas após o sequestro da advogada.

Fernanda, Gyslaine e Jessyka, as gerentes da quadrilha presa na Capital (Foto/Divulgação:PC)Fernanda, Gyslaine e Jessyka, as gerentes da quadrilha presa na Capital (Foto/Divulgação:PC)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions