A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

26/12/2015 09:18

Noite foi de limpeza para moradores que tiveram suas casas alagadas

Priscilla Peres e Caroline Maldonado
Antoniel fez uma mureta na porta de casa para evitar alagamentos, mas ontem, a chuva foi mais forte.(Foto: Fernando Antunes)Antoniel fez uma mureta na porta de casa para evitar alagamentos, mas ontem, a chuva foi mais forte.(Foto: Fernando Antunes)

A noite de Natal não saiu bem como o planejado para os moradores da rua dos ferroviários, em Campo Grande. O córrego Segredo transbordou devido as fortes chuvas de ontem a tarde, alagando várias residências. No fim das contas, a noite foi de limpeza para tirar a água e sujeira.

No cruzamento da rua dos ferroviários com a Ana América, a chuva aumentou uma cratera formada em um buraco de esgoto, além disso, a correnteza rompeu a tubulação de água. A Águas Guariroba foi acionada ainda ontem para resolver o problema.

José antônio Oliveira da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), esteve no local nesta manhã para reforçar a sinalização, aumentando de o número de cavaletes no local, para evitar que acidentes aconteçam.

Segundo eles o buraco está aberto há dois meses e sinalizado, mas até agora equipes da infraestrutura da prefeitura não estiveram no local.

Cratera está aberta há meses e chuva de ontem rompeu a tubulação de água. (Foto: Fernando Antunes)Cratera está aberta há meses e chuva de ontem rompeu a tubulação de água. (Foto: Fernando Antunes)

O advogado Munir Sayegh, 52, mora há cinco anos na rua dos Ferroviários, e ressaltou que o buraco no asfalto está aberto há tempo. "O problema é o IPTU que a gente paga aqui para acontecer isso. A pessoa ter que passar o Natal tirando barro de casa, hoje todos os moradores estavam contabilizando os prejuízos e se reunir para ir até a prefeitura reclamar da situação", disse.

O cuidador de idosos Antoniel Jesus Casal, 29, é um dos que passou a noite tendo que limpar a casa. Ele estava trabalhando ontem, quando ficou sabendo que a água estava entrando em sua casa. Na porta de sua casa tem uma mureta de 40 centímetros, justamente para evitar que a água das chuvas entre na casa.

"A mureta era mais alta, mas baixamos por que era um transtorno pra entrar na casa. Mas agora vou ter que subir de novo, por que não está resolvendo. Nosso Natal foi limpando barro, com ajuda dos vizinhos, pq além da enchente, esses canos romperam e virou um chafariz", conta ele que mora em frente ao buraco aberto na rua.

A costureira Neusa Beraldo, 52, também mora na rua dos ferroviários e sua casa é mais baixa que o asfalto. O resultado foi um metro de água dentro de sua casa, mesmo com mureta na porta.

Neusa mora no local há cinco anos e afirma que o problema é que o córrego não dá vazão ao acúmulo de chuva. Sobre a cratera ela acredita que tenha se formado devido ao aumento do fluxo de carros e até caminhão no local.

Outro ponto - Equipes da Defesa Civil estiveram nesta manhã na avenida Ernesto Geisel com a Rachid Neder, para fazer a limpeza deixada pela chuvas de ontem. O local ficou totalmente alagada ontem e hoje restam o bairro e as pedras no asfalto.

Há interdição na rotatória com a Rachid Neder, no sentido centro, para quem vai retornar ou vem para a avenida Rachid Neder. No sentido Centro Bairro, o fluxo está normal.

Nesta manhã ainda havia restos de sujeira pelas ruas. (Foto: Fernando Antunes)Nesta manhã ainda havia restos de sujeira pelas ruas. (Foto: Fernando Antunes)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions